Futebol Sylvinho indica preferência por Corinthians sem centroavantes, mas não trata estilo como definitivo

Sylvinho indica preferência por Corinthians sem centroavantes, mas não trata estilo como definitivo

Nos três primeiros jogos do treinador pelo Timão, a equipe foi escalada sem homens de referência na área. No último confronto, Jô nem entrou durante a partida

Lance
Lance

Lance

Lance

Sylvinho chegou ao seu terceiro jogo no comando do Corinthians utilizando formações sem centroavantes. Depois das derrotas para o Atlético-GO, por Brasileiro e Copa do Brasil, nos dois primeiros jogos do treinador, estimava-se a escalação de Jô ou Léo Natel como homem de área contra o América-MG, no último domingo (6), pela segunda rodada do Brasileirão, na Arena Independência, jogo em que o Timão venceu por 1 a 0, o que não aconteceu.

Jô ficou durante todo o jogo no banco de reservas e Natel atuou nos 11 minutos finais, após entrar no lugar de Luan, que tem feito esse jogador mais avançado.

>> Confira a tabela do Brasileirão e simule os próximos jogos do Corinthians
>> Baixe o novo app de resultados do L!

– Na verdade o Jô já entrou nos primeiros jogos e hoje ele não entrou. A proposta é que nós estávamos no campo defensivo bastante baixo diante do que nós queríamos, o adversário te leva para ali, começou a fazer modificações, o cansaço começa a aparecer, tivemos a reclamação de atletas que estavam cansados, como o Roni, que pediu para sair, o Gabriel estava no limite, o Cantillo estava no limite, eu estava preocupado com Gustavo e Araos, que desempenham função importante, muitos quilômetros e nós tínhamos a terceira substituição de bloco e tínhamos que acertar muito ali, de maneira que temos todos os atletas – justificou Sylvinho em entrevista coletiva após o triunfo diante o Coelho.

– Todos são importantes, nós tínhamos espaço no campo adversário e preferimos o Léo Natel, porque ele tem velocidade, muita força, é jovem, e queríamos explorar uma saída, que uma ou outra vez conseguimos, mas poderíamos conseguir um pouco mais e foi isso o que fizemos – acrescentou o treinador.

Ainda assim, o técnico corinthiano não trata o estilo de jogo sem centroavantes como algo definitivo.

Na reapresentação do grupo, na última segunda-feira (7), os titulares contra o Dragão fizeram apenas um trabalho regenerativo na parte interna do CT Joaquim Grava. Na tarde desta terça-feira (8), Sylvinho terá todos os atletas que estão à disposição para esboçar o time que encarará os atleticanos.

-– Nós ainda estamos digerindo o ocorrido, absorvendo todas as ideias, estratégias que deram certo, outras que ficaram pelo caminho, volto a dizer que é um adversário difícil, que joga junto há muito tempo, que tem velocidade pelo lado do campo, força, sustentação por dentro, enfim, nós estamos observando tudo o que ocorreu no jogo, amanhã a gente vai começar a trabalhar em cima da estratégia da volta da copa do Brasil e aí a gente vai montar melhor o time, segundo o que entendemos melhor para o jogo.

Derrotado por 2 a 0, na Neo Química Arena, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil, para o Atlético-GO, na última quarta-feira (2), o Timão terá que reverter o resultado, vencendo por, pelo menos, dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis e ainda buscar a vaga às outavas de final da competição nacional.

Últimas