Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Substituto de Cássio, Carlos Miguel é elogiado por Luxemburgo e destaca jogo defensivo do Corinthians: 'Vamos longe'

Goleiro afastou uma possível pressão e valorizou a coletividade do elenco

Futebol|

Lance
Lance Lance

O empate sem gols entre Corinthians e Argentinos Juniors, pela fase de grupos da Libertadores, marcou a substituição de Cássio por Carlos Miguel, já que o titular do Timão foi poupado da partida por conta de uma amigdalite.

O jovem goleiro foi firme ao afastar uma possível pressão e afirmar que a equipe vai chegar longe na competição já que, segundo ele, o “jogo defensivo foi irretocável”.

+ ATUAÇÕES: Ataque faz jogo apagado e ‘luz’ do Corinthians na Libertadores começa a falhar

- Acho que fizemos um bom jogo defensivamente, irretocável já que não sofremos gols. Tentamos também criar lá na frente, mas o gol não saiu. Agora é trabalhar para seguir na competição. Vocês falavam que a gente já tinha saído e agora falam que temos chances, então é isso. Acho que temos que abaixar nossa cabeça e seguir, pois vamos chegar longe, podem ter certeza - disse o goleiro.

Publicidade

Carlos Miguel foi bastante elogiado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo na coletiva de imprensa. O comandante corintiano deixou claro que a diretoria não precisa procurar um substituto para o ídolo Cássio, já que conta com o atleta de 24 anos no plantel, e pediu paciência ao jogador para “esperar o momento”.

+ Não perca nenhum lance do Timão na Liberta. Assine o Star+ por apenas R$40,90 por mês e torça onde quiser!

Publicidade

- Ele é o substituto do Cássio. Ele é nosso (risos). O Corinthians já achou um substituto para o Cássio, que tem muita história. É só ele ter paciência e esperar o momento dele, não querer sair logo para ir para outro clube, pois vai chegar. Os dois são ótimos goleiros e o Corinthians tem um cara preparado, que tem total potencial para manter o alto nível - reforçou Luxa.

Por fim, o goleiro valorizou a coletividade do elenco e a partida defensiva feita fora de casa.

- A gente tem total confiança nos companheiros. Conseguimos consertar o sistema defensivo e isso parte da gente e do Luxemburgo - concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.