Sport vai abrir mão de Bruno Peres, mas precisa de aval do São Paulo

Lateral-direito de 29 anos, que pertence à Roma, jogou apenas 14 minutos pelo Leão e não será mais aproveitado pelo clube. Diretoria não dá detalhes da decisão

Lance

Lance

Lance

O Sport não quer mais contar com os serviços do lateral-direito Bruno Peres, que esteve em campo por apenas 14 minutos com a camisa do clube, no segundo tempo da partida contra o Guarani, pela Série B.

Por contrato, o Leão só pode rescindir o contrato com o ala se tiver o consentimento da Roma (dona dos direitos) e do São Paulo (clube para o qual ele estava emprestado até dezembro de 2019 e que o repassou ao Sport pelo mesmo período). Pelo menos até o momento, não há esse aval.

A tendência neste momento é que Bruno Peres cumpra seu contrato com o Sport até dezembro afastado do grupo e depois retorne à Roma, que deve repassá-lo a outro clube.

O São Paulo contratou o lateral em julho de 2018 para suprir a ausência de Éder Militão, que estava de saída para o Porto (POR). Na época, foi tratado como grande reforço, tanto que foi anunciado em vídeo da TV oficial do clube pelo meia Nenê, que estava em alta com a torcida, e chegou a falar em Seleção Brasileira ao ser apresentado.

Bruno disputou 26 partidas pelo Tricolor, sendo oito em 2019, e foi afastado do grupo após a pausa para a Copa América porque Cuca não contava mais com ele. Chegou ao Sport em setembro e já está de saída.