Sem ser vazado, Corinthians fortalece defesa na reta final

Antes, Corinthians vinha de jejum de cinco jogos sem vitória e quatro partidas seguidas levando gol; agora são cinco sem perder e dois sem ser vazado

Lance

Lance

Lance

O Corinthians entrou no período de paralisação das atividades com uma situação muito complicada em termos de classificação para as quartas de final do Paulistão. Após os dois jogos que marcaram o reinício da competição, o time conseguiu o que parecia impossível, e garantiu vaga na próxima fase, mas para isso teve de buscar estratégia já conhecida no clube: a segurança defensiva.

Leia mais: Torcedores do Corinthians querem volta de jogos no Pacaembu

Com muita dificuldade de apresentar um bom futebol e sem convencer o torcedor, o Timão encerrou sua apresentação na temporada "pré-pandemia" com um empate em 1 a 1 com o Ituano, na Arena. Ali estava registrado o quinto jogo consecutivo sem vencer e o quarto levando pelo menos um gol. Nem ataque nem defesa funcionavam, e o futuro no campeonato estava em risco.

São Paulo (empate 0 a 0), Água Santa (derrota por 2 a 1), Santo André (empate em 1 a 1), Novorizontino (empate em 1 a 1) e Ituano (empate em 1 a 1) foram os adversários antes da paralisação. A última vitória havia sido registrada em 12 de fevereiro, com um 2 a 1 em cima do Guaraní-PAR, resultado que foi insuficiente para a classificação na Libertadores, pelo gol tomado fora de casa.

Sem conseguir, por ora, o sucesso com o esquema que o trouxe ao Corinthians, o técnico Tiago Nunes foi ao clássico contra o Palmeiras sabendo que somente uma vitória manteria o time na briga por uma vaga nas quartas. O gol "cedo" de Gil e um Cássio inspirado foi suficiente para se armar em um esquema mais conservador, baseando em uma defesa sólida herdada de outras gestões.

E foi assim, segurando o ímpeto Alviverde que o Timão chegou ao jogo contra o Oeste com reais chances de classificação. Bastava vencer novamente, ter um bom saldo e torcer para o Guarani não pontuar contra o São Paulo. A parte corintiana foi feita com um 2 a 0 na Arena Barueri, novamente sem ser vazado, e com a segunda vitória consecutiva. O Bugre, por sua vez, foi derrotado.

Veja também - Exclusivo R7: agente comunitária de saúde fala sobre as dificuldades para atuar na pandemia

Os cinco jogos sem vencer antes da paralisação passaram a ser cinco jogos sem perder após as duas vitórias nesta retomada. Em resumo, o time voltou a vencer e parou de levar gols, embora, vale ressaltar, ainda não tem jogado bem, mas diante das circunstâncias, pensando no resultado, a estratégia tem sido bem sucedida, como foi com Mano Menezes, Tite e Fábio Carille.

Agora, contra o Red Bull Bragantino, melhor equipe da primeira fase do Paulistão, a filosofia deve ser a mesma, pois é o adversário quem provavelmente irá propor o jogo no Morumbi, às 19h, nesta quinta-feira. Por ironia do destino, o clube que quis mudar seu estilo de jogo para esta temporada, tentará o sucesso na competição ao seu velho e bom modo.

Veja os 20 jogadores que mais se valorizaram em 2020 no Brasil