Futebol Sem os principais armadores contra o Bahia, responsabilidade de Andreas em campo pelo Flamengo aumenta

Sem os principais armadores contra o Bahia, responsabilidade de Andreas em campo pelo Flamengo aumenta

Com as baixas confirmadas de Arrascaeta e Everton Ribeiro, o camisa 18 será um dos principais responsáveis pelo setor de criação do Flamengo contra o Bahia 

Lance
Lance

Lance

Lance

O Flamengo enfrentará o Bahia nesta quinta-feira, às 19h, no Maracanã, pela 31ª rodada do Brasileirão, com desfalques importantes no meio-campo. Isso porque o técnico Renato Gaúcho não poderá contar com Everton Ribeiro e Arrascaeta para o duelo. Dessa forma, a responsabilidade sobre Andreas Pereira no setor de criação cresce.

> Fla precisa de arrancada épica pelo tri brasileiro; compare com 2009 e 2020

Arrascaeta já está em fase final de recuperação de uma lesão muscular na coxa esquerda, mas ainda é carta fora do baralho para Renato nesta noite. Já Everton Ribeiro foi expulso no jogo contra a Chapecoense e cumpre suspensão automática diante do Tricolor de Aço.

A dupla, vale destacar, é figurinha carimbada no meio-campo do Flamengo desde 2019. Eles foram dois dos responsáveis diretos pelos títulos que o clube têm conquistado desde então e já marcaram história na Gávea.

Para enfrentar o Bahia, Renato Gaúcho terá à disposição Vitinho, Diego e Andreas Pereira para o meio de campo. O primeiro vinha cumprindo o papel de Arrascaeta, mas "perdeu" a posição para Michael, que vive grande fase. O segundo já treina com o grupo sem restrições, porém não entra em campo desde o dia 27 de outubro.

Nesse sentido, o principal nome no meio-campo do Flamengo será o de Andreas Pereira. O camisa 18, inclusive, teve o início dos sonhos no Fla: estreou com gol, acabou com um jejum de 1.211 dias sem um gol de falta e logo conquistou a vaga de titular. Ademais, embora seja volante, tem liberdade para chegar à frente e já se tornou peça importante na criação de jogadas.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

Esse começo fulminante logo fez a torcida "superar" a perda de Gerson, que foi negociado junto ao Olympique de Marselha-FRA. Contudo, nos últimos jogos, Andreas - assim como o resto do time -, caiu de rendimento e não produziu mais no nível que a Nação tinha se acostumado a ver.

Esse cenário, então, dá uma dimensão do desafio que Andreas terá na partida contra o Bahia. Como será um dos principais responsáveis pela criação de jogadas, ele precisa reencontrar o bom futebol para que o Flamengo tenha boas chances de conquistar os três pontos.

Últimas