Futebol Sem Maracanã, Fluminense paga para jogar Campeonato Carioca em estádios pequenos

Sem Maracanã, Fluminense paga para jogar Campeonato Carioca em estádios pequenos

Tricolor faz estreia no Maracanã diante do Sampaio Corrêa

Lance
Lance

Lance

Lance

Próximo de fazer sua estreia no Maracanã, o Fluminense vem pagando para jogar o Campeonato Carioca. Nas seis primeiras rodadas, o clube sofre com prejuízos financeiros atuando em estádios alternativos.

Na competição, o Tricolor já jogou no Raulino de Oliveira, Moça Bonita, Luso-Brasileiro e Elcyr Resende. Em todas as partidas, o Time de Guerreiros teve despesas maiores do que as receitas por conta dos ingressos vendidos.

➡️ Tudo sobre o Tricolor agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Fluminense

Nesse momento, o Fluminense perdeu R$ 295.468,56 por conta dos gastos dos jogos do estadual. Diante do Sampaio Corrêa, a equipe comandada por Fernando Diniz faz sua estreia no Maracanã, onde não joga desde o início de dezembro.

Existe a expectativa que quatro das últimas cinco partidas do Tricolor na Taça Guanabara aconteçam no principal estádio do Rio de Janeiro, uma vez que o Time de Guerreiros ainda tem três clássicos pela frente. Com a equipe principal e com um bom desempenho, a equipe de Diniz espera contar com o apoio em peso de seus torcedores.

No clássico entre Vasco e Flamengo realizado no Maracanã, cada clube lucrou R$ 358.285,89, segundo o balanço divulgado pela Ferj. Embora o duelo entre Fluminense e Sampaio Corrêa não tenha o mesmo apelo que um clássico, o Tricolor tem três confrontos importantes no estadual para virar a chave do ponto de vista econômico.

O Time de Guerreiros já vendeu cerca de 16 mil ingressos até a noite da última segunda-feira (5), o que representará o maior público da equipe em 2024. Apesar de não ser um número expressivo, o Flu tem muitos jogos importantes nas próximas semanas, sendo a prioridade do torcedor a decisão da Recopa Sul-Americana.

Apesar do estado do gramado ter sido novamente um assunto, a Greenleaf, empresa responsável por cuidar do campo, avaliou o comportamento positivo do local após o Clássico dos Milhões. Apesar da forte chuva que castigou o Rio de Janeiro, apenas a grande área do lado norte sofreu um pouco mais, mas também por conta dos dois shows que foram realizados no estádio em dezembro.

Após um longo trabalho feito durante o mês de janeiro, a sequência de três jogos em quatro dias no Maracanã não preocupa os responsáveis. Com isso, o Fluminense espera reencontrar seus torcedores no local em que conquistou a Libertadores em 2023 para seguir celebrando triunfos, mas também buscando uma uma renda maior em relação ao que vem tendo no início do ano.

Últimas