Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Sem Joaquim, Aguirre precisará quebrar a cabeça para armar o Santos contra o Galo e não descarta estreia de jogador

Comissão técnica vai observar condição física de Júnior Caiçara durante a semana para ver se o reforço poderá jogar em...

Futebol|

Lance
Lance Lance

Desde o fim da vitória sobre o Grêmio, no último domingo (20), o técnico Diego Aguirre já se preocupa com como vai montar o Santos no jogo do próximo fim de semana, contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte. Isso porque Joaquim está suspenso. O zagueiro, que contra o Tricolor Gaúcho jogou como lateral-direito, recebeu o terceiro cartão amarelo. A estreia de Júnior Caiçara não está descartada.

Anunciado nesta segunda-feira (21), o jogador de 34 anos foi contratado a pedido do técnico uruguaio após passar em uma bateria de testes físicos. Os resultados apresentados por Caiçara nessas avaliações foram surpreendentes e, para o jogador, ele já estaria à disposição para entrar em campo no próximo compromisso santista. A comissão técnica do clube alvinegro, por sua vez, trata a situação com cautela e deseja ver os primeiros trabalhos do lateral.

+ Já atualizou sua camisa de 2023? Confira os novos uniformes do Peixe!

Com problemas para firmar um lateral pela direita, devido às constantes oscilações de Gabriel Inocêncio e João Lucas, a escolha por Joaquim no último jogo foi mais do que uma improvisação ou adaptação para conter as descidas do rápido Ferreirinha, do lado gremista.

Publicidade

A escalação do camisa 28 em uma função que não é de costume foi pensada na estrutura de jogo do Peixe, de modo a corrigir alguns problemas que a equipe vinha tendo nos momentos defensivos, além de possibilitar variação tática. O Santos alternou entre o 3-4-3, às vezes 3-5-2, com a bola, e uma primeira linha com quatro atletas na fase defensiva. Para isso, o lateral-esquerdo Dodô participou da recomposição.

Agora, sem Joaquim, Diego Aguirre precisará rever a estrutura que montará contra o Galo. E as ideias do treinador já vão começar a ser testadas na atividade desta quarta-feira (23), no CT Rei Pelé. Entre elas, a presença de Júnior Caiçara.

Publicidade

Caso Caiçara seja o escolhido para começar jogando contra o Atlético-MG, Aguirre fatalmente terá que modificar o esquema de jogo em comparação à vitória sobre o Grêmio. Isso porque o reforço é lateral de ofício que tem como característica as ultrapassagens pelo corredor ofensivo. Assim, Lucas Braga poderia ser sacado, e o Santos voltaria a ter uma estrutura mais 'conservadora' dentro de uma ideia de 4-3-3 ou 4-4-2.

Braga, por sua vez, pode ser o escolhido para fazer a lateral-direita - o que também mudaria a estrutura tática da equipe. Outra alternativa é o volante Dodi, que possui características diferentes das de Joaquim, mas pode manter uma ideia mais próxima do que a adotada no último fim de semana. O camisa 19, inclusive, exerceu a função nos últimos minutos contra os gremistas.

A forma como o treinador santista vai montar o sistema defensivo é que definirá as peças utilizadas no ataque. Destaque no triunfo sobre os gremistas, Soteldo pode ganhar mais minutos em campo, inclusive sendo titular. O camisa 10 pode jogar tanto pelos lados do campo, onde está acostumado, quanto por dentro, função exercida contra o Imortal. Portanto, além de Braga, Mendoza e Lucas Lima têm suas condições de titulares ameaçadas

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.