Futebol Sem chance na Seleção, Oscar revela que aceitaria defender a China

Sem chance na Seleção, Oscar revela que aceitaria defender a China

Meia afirma que, caso as regras da Fifa mudem, seguiria os passos de Elkeson

Lance
Lance

Lance

Lance

Oscar disputou a Copa do Mundo de 2014, mas não aparece nas convocações brasileiras desde 2016. Assim, o meio-campista revelou que, caso as regras da Fifa para atletas poderem atuar por dois países diferentes mudem, estaria apto a jogar pela seleção chinesa.

- Eu posso pensar sobre isso. É difícil ir para a Seleção Brasileira porque jogo aqui agora, e na China veem como jogo bem. Então, se a seleção da China precisar de um bom meia, eu posso ajudar, se mudarem (as regras). Gosto da China, e acho que os jogadores que trocarem de nacionalidade para jogar pela China podem ir bem - disse à "CGTV".

Elkeson foi o primeiro brasileiro naturalizado a ser convocado para a seleção da China, passando a se chamar Ai Kesen, seguindo a regra que obriga os naturalizados a abrirem mão do passaporte original. Ricardo Goulart também já se naturalizou.

Para defender a China, Oscar precisaria de uma mudança na regra da Fifa. Atualmente, a maior entidade do esporte proíbe jogadores de disputarem competições oficiais por dois países diferentes. O brasileiro já atuou em Copa do Mundo, Copa das Confederações e eliminatórias com a Seleção Brasileira.

Últimas