Futebol São Paulo espera arrecadar R$ 6 milhões em investimentos em 3 anos com seu novo Centro de Inovação

São Paulo espera arrecadar R$ 6 milhões em investimentos em 3 anos com seu novo Centro de Inovação

Clube lançou espaço pioneiro no futebol brasileiro nesta terça-feira 

Lance
Lance

Lance

Lance

Em sintonia com o que chama de 'tendência em crescimento no esporte', o São Paulo inaugurou na manhã desta terça-feira o Inova.São, o seu Centro de Inovação Aberta, localizado dentro do estádio do Morumbi. A estimativa é captar nos três primeiros anos de operação investimentos em até R$ 6 milhões, que custearão o projeto sem que haja um aporte financeiro inicial do clube.


Galeria
> Veja clubes brasileiros que podem faturar com mecanismo de solidariedade da Fifa nesta janela

A iniciativa objetiva desenvolver e implantar soluções inovadoras que permitam aumentar as receitas e a competitividade esportiva do clube.
- A concepção do projeto e a definição dos parceiros para viabilizar a operação do Inova.São, assim como suas primeiras entregas, vêm sendo trabalhadas pela Diretoria de Inovação do São Paulo desde que foi criada pelo presidente Julio Casares, em julho de 2021 - explicou Wladimir Castro, executivo do departamento de Inovação do Clube e mestre em Criação e Gestão de Empresas Inovadoras pela Universidade de Valência.

Segundo Castro, a maioria das inovações adotadas por clubes de futebol no Brasil envolve a adoção, com eventuais otimizações, de produtos existentes e trabalhados em larga escala também em outros players. No Inova.São, o foco não é replicar, mas sim desenvolver soluções inovadoras e inéditas para o São Paulo, com a possibilidade de trazer novas fontes de receitas e aumentar a competitividade esportiva do clube.

Esses ganhos virão a partir do sucesso de cada projeto “nascido” dentro do hub à medida em que forem se desenvolvendo e obtendo crescimento e resultados.

- O São Paulo é um excelente lugar para desenvolver e validar bons projetos - afirmou Castro.

Para criar um ambiente inspirador e impulsionar novas ideias, o Inova.São terá uma área dedicada no Morumbi com vista para o gramado. O espaço, inicialmente de 300 m², está localizado na área do Morumbi Concept Hall, no anel inferior do estádio, e vai funcionar
como um coworking, reunindo startups e desenvolvedores. A ideia é que no local circulem profissionais de universidades, de empresas, mentores, especialistas, sócios, torcedores, investidores e startups de todo o mundo, para formar assim o ecossistema de inovação que
vai compartilhar conhecimento e recursos em prol do desenvolvimento do clube. A Escola de Educação Física da USP (Universidade de São Paulo), a primeira instituição de ensino a
fazer parte do ecossistema, firmou um convênio de colaboração com o hub, assim como a organização social de cultura IDBrasil, responsável pela gestão do Museu do Futebol, que aportará conhecimento qualificado para preservação de coleções, mediação de conteúdos e difusão do futebol em ações culturais e educativas.
O Inova.São será operacionalizado pelas parceiras Sportheca e Deboo.

O Inova.São conta também com uma metodologia própria de trabalho, desenvolvida utilizando as principais ferramentas e as melhores práticas em abordagens de inovação, e que será empregada na condução das diferentes atividades do hub.

TABELA
> Confira jogos, classificação e simule resultados do Brasileirão-22
> Confira os jogos da Copa Sul-Americana-22
> Conheça o novo aplicativo de resultados do LANCE!

Últimas