Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Santos vive expectativa de vender jogadores para cumprir meta orçamentária; veja quanto falta

Peixe precisará negociar mais atletas mesmo após a venda de Ângelo

Futebol|Do R7


Lance
Lance

No orçamento inicial de 2023, previsto no final do ano passado, o Santos estipulou uma arrecadação de R$ 76 milhões em receitas com vendas de jogadores. O presidente Andres Rueda chegou a afirmar que o Peixe faria maiores investimentos no futebol profissional nesta temporada, mas já contava com uma redução de 6,88% no investimento em relação ao orçamento revisado de 2022.

+ Em busca de contornar crise, Santos terá dois prazos para trazer reforços; entenda

- O orçamento de 2023 prevê uma arrecadação de R$ 76.000.000 com a venda de direitos federativos como receitas extraordinárias. A média das receitas auferidas com venda de direitos econômicos dos últimos doze exercícios (2011 até 2022) foi de US$ 20.185.000 (quadro abaixo) ou R$ 70.452.000. Os valores a princípio encontram-se dentro da média histórica.

Diferentemente das metas esportivas planejadas no orçamento do clube, que já não podem ser mais atingidas, o Santos ainda pode alcançar o valor estipulado com a venda de atletas. A única venda realizada pelo Peixe até o momento foi a do atacante Ângelo, comprado pelo Chelsea, da Inglaterra, por 15 milhões de euros (aproximadamente R$ 68 milhões).

Publicidade

Antes da negociação com o clube inglês pelo Menino da Vila, o Santos emitiu o relatório do primeiro trimestre de 2023, em que demonstrou preocupação com o cumprimento do orçamento, visto que vinha tendo dificuldades em efetuar vendas de jogadores devido à escassez de propostas. Confira o trecho do relatório:

- O nosso clube não efetuou vendas significativas como planejado, recebemos poucas propostas até o fechamento da janela de transferências e as aquisições, salvo melhor juízo de nossa parte, não foram bem observadas. Nos transparece que os setores de inteligência e análise são subutilizados, fazendo com que os executivos tomem decisões a base de pressão do momento em campo. Estas ações nos trazem preocupações no decorrer de 2023, precisaremos vender alguns atletas para mantermos nossas obrigações em dia e fazer cumprir o orçamento.

Publicidade

+ Jogador de Copa do Mundo e idolatrado na Colômbia: quem é Juan Pablo Vargas, zagueiro próximo do Santos

Apesar da venda de Ângelo, o Peixe ainda precisa negociar mais atletas para alcançar a meta orçamentária. Com isso, o clube tem a intenção de vender jogadores cobiçados pelo mercado, especialmente o europeu. Jovens como Marcos Leonardo e Deivid Washington recebem sondagens constantemente, e o Santos acredita em uma possível venda de algum deles para atingir seu objetivo de R$ 76 milhões.

Tendo em vista que já arrecadou R$ 58 milhões, uma venda de, pelo menos, R$ 18 milhões já seria suficiente para o Santos alcançar o valor previsto pelo orçamento de 2023 em receitas com vendas de jogadores. Isso significa que se negociar qualquer um de seus jovens centroavantes, a meta deverá ser atingida.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.