Futebol Santos supera o cansaço e vence o Boca Juniors na estreia de Fernando Diniz

Santos supera o cansaço e vence o Boca Juniors na estreia de Fernando Diniz

Peixe fez 1 a 0 no time argentino, com gol marcado pelo lateral-esquerdo Felipe Jonatan, e assumiu a vice-liderança do grupo 3 da Copa Libertadores, com seis pontos ganhos

Lance
Lance

Lance

Lance

Na estreia do técnico Fernando Diniz, que foi expulso, o Santos superou o cansaço e venceu o Boca Juniors por 1 a 0 na noite desta terça-feira, na Vila Belmiro, assumiu a vice-liderança do grupo 3 da Copa Libertadores e manteve a esperança de classificação para as oitavas de final da competição. O gol foi marcado por Felipe Jonatan.

O Peixe chega a seis pontos, mesma pontuação do próprio Boca Juniors. O líder Barcelona-EQU, que perdeu para o The Strongest nesta terça, tem nove. Na próxima rodada, o Santos encara o time boliviano, terça-feira, na altitude de La Paz.

O jogo

O Santos começou o jogo com a posse de bola e o Boca Juniors esperando os contra-ataques. Em um deles, logo aos seis minutos, Pavón recebeu nas costas de Felipe Jonatan e cruzou, Tevez pegou de primeira, mas mandou por cima do gol de João Paulo.

O Peixe respondeu aos 12 minutos. Gabriel Pirani puxou contra-ataque e lançou Kaio Jorge. O atacante passou por um zagueiro e chutou da entrada da área, mas o goleiro Rossi fez boa defesa.

Depois do início mais acelerado, o ritmo do jogo desacelerou um pouco. O Boca, mais organizado, ficou mais tempo com a bola, mas não conseguiu criar muitas jogadas de perigo.

No final do primeiro tempo, o Peixe abriu o placar em uma linda jogada. Jean Mota tocou para Pará, que encontrou lindo passe para Kaio Jorge. O atacante cruzou rasteiro, Felipe Jonatan apareceu no segundo pau, cortou um marcador e tocou com tranquilidade no canto esquerdo de Rossi para abrir o placar.

O Santos poderia ter ampliado com menos de um minuto do segundo tempo. Kaio Jorge recebeu na área e tentou tirar Izquierdoz da jogada com um toque, mas o zagueiro do Boca meteu a mão na bola. Os jogadores do Peixe reclamaram muito, mas o árbitro Chrystian Ferreyra nada marcou. Não existe VAR na fase de grupos da Libertadores.

O erro do árbitro irritou o Santos e deixou o clima tenso. Com 25 minutos, ele errou ao dar cartão amarelo para Lucas Braga após falta de Kaio Jorge. Os dois bancos começaram a reclamar e Fernando Diniz e Miguel Angel Russo foram expulsos.

O Peixe cansou na reta final e o Boca Juniors partiu para a pressão em busca do empate, mas o Santos se superou fisicamente e conseguiu segurar a vitória.

SANTOS 1 X 0 BOCA JUNIORS

Estádio: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Chrystian Ferreyra (URU)

Gols: Felipe Jonatan, aos 40' do 1ºT
Cartões amarelos: Ângelo, Lucas Braga, Kaio Jorge e Jean Mota (Santos) e Villa e Buffarini (Boca Juniors)

SANTOS
João Paulo, Pará, Kaiky Fernandes, Luan Peres e Felipe Jonatan (Copete, aos 35' do 2ºT); Vinícius Balieiro, Jean Mota e Gabriel Pirani (Kevin Malthus, aos 47' do 2ºT); Ângelo (Madson, aos 22' do 2ºT), Kaio Jorge e Lucas Braga. Técnico: Fernando Diniz

BOCA JUNIORS
Rossi, Buffarini, Lisandro Lópes (Rojo, aos 35' do 2ºT), Izquierdoz e Fabra; Medina, Varela e Almendra; Pavón, Tevez (Soldano, aos 35' do 2ºT) e Villa. Técnico: Miguel Angel Russo

Últimas