Futebol Santos marca nos acréscimos, vence o Atlético-GO e segue sonhando com Libertadores

Santos marca nos acréscimos, vence o Atlético-GO e segue sonhando com Libertadores

Lucas Barbosa marcou o gol da vitória do Peixe por 3 a 2 aos 48 minutos do segundo tempo

Lance
Lance

Lance

Lance

Em um jogo com duas viradas, o Santos venceu o Atlético-GO por 3 a 2 na noite desta quarta-feira, no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia, se livrou de qualquer risco de rebaixamento e ainda se manteve sonhando com classificação para a Copa Libertadores de 2023. Marcos Leonardo, Lucas Braga e Lucas Barbosa fizeram os gols do Peixe enquanto Churín e Luiz Fernando marcaram para o Atlético-GO.


Com o resultado, o time comandado por Orlando Ribeiro segue na 12ª colocação, com 46 pontos ganhos, cinco pontos a menos que o São Paulo, oitavo colocado. Na próxima rodada, sábado, o Peixe recebe o Avaí, na Arena Barueri.

O jogo

O goleiro João Paulo foi obrigado a fazer o primeiro milagre da noite logo aos três minutos. Após cobrança de escanteio da direita, Wanderson desviou no segundo pau e Baralhas mandou para o gol, mas o goleiro do Peixe salvou em cima da linha.

O Santos respondeu quatro minutos depois. Carlos Sánchez cobrou falta da direita, o zagueiro Alex ganhou pelo alto e cabeceou, mas o goleiro Renan mandou para escanteio. Na cobrança, Carabajal apareceu sozinho no segundo pau e cabeceou, mas Renan fez outra grande defesa.

O jogo seguiu aberto. Aos dez minutos, Churin puxou contra-ataque e lançou Wellington Rato. O meia-atacante cruzou rasteiro e Luiz Fernando pegou de primeira, mas João Paulo fez boa defesa.

O Peixe abriu o placar aos 19 minutos. Ângelo cruzou da direita, Marcos Leonardo apareceu entre os zagueiros e cabeceou para o gol. Foi o 12º gol do atacante na competição.

O Atlético-GO chegou ao empate aos 28 minutos. O atacante Churín tabelou com Baralhas e soltou uma bomba de dentro da área para vencer o goleiro João Paulo. Foi o sétimo gol do atacante.

O time da casa virou o jogo aos 38 minutos. Marlon Freitas deu ótimo lançamento para Jefferson, que recebeu sozinho e cruzou rasteiro, João Paulo desviou mal e Luiz Fernando empurrou para o gol vazio.

O Atlético-GO começou melhor o segundo tempo e teve a primeira chance aos quatro minuto. Wellington Rato recebeu na direita, atravessou o campo e deu bom passe para Jefferson, que soltou a bomba, mas a bola passou raspando a trave esquerda de João Paulo.

O Peixe, no entanto, aproveitou uma falha da zaga para chegar ao empate. Wandersdon tentou sair jogando e chutou a bola em cima de Ângelo, Lucas Braga aproveitou a sobra e bateu de primeira para vencer o goleiro Renan. Foi o quinto gol dele na competição.

O Santos quase devolveu o presente aos dez minutos. Felipe Jonatan saiu jogando errado e a bola sobrou para Wellington Rato, que chutou da entrada da área, mas a bola saiu à esquerda do gol de João Paulo.

Aos 21 minutos, João Paulo salvou o Santos mais uma vez. Dudu recebeu na esquerda, invadiu a área, cortou Eduardo Bauermann e soltou a bomba, mas o goleiro santista fez grande defesa.

O Santos teve uma chance aos 31 minutos. Marcos Leonardo recebeu na área, girou o corpo, mas foi travado por Lucas Gazal e a bola foi para escanteio.

Nos acréscimos, o Peixe fez o gol da vitória. Aos 48 minutos, Marcos Leonardo arrancou pelo meio, invadiu a área e, na saída do goleiro, tocou para Lucas Barbosa empurrar para o gol vazio e fazer o seu segundo gol no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 2 X 3 SANTOS

Data e hora: 02 de novembro de 2022, às 19h00
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Árbitros assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Gols: Marcos Leonardo, 19'/1ºT (0-1), Churín, 28'/1ºT (1-1), Luiz Fernando, 38'/1ºT (2-1), Lucas Braga, 5'/2ºT (2-2), Lucas Barbosa, aos 48'/2ºT (2-3)
Cartões amarelos: Baralhas, Jefferson e Churín (ATL) e Carlos Sánchez (SAN)

ATLÉTICO-GO: Renan; Dudu (Lucas Lima, aos 32'/2ºT), Lucas Gazal, Wanderson e Jefferson; Marlon Freitas, Gabriel Baralhas (Kelvin, aos 44'2ºT) e Wellington Rato; Shaylon (Jorginho, aos 22'/2ºT), Churín e Luiz Fernando (Léo Pereira, aos 32'/2ºT). Técnico: Eduardo Souza

SANTOS: João Paulo; Nathan (Vinícius Balieiro, aos 39'/2ºT), Eduardo Bauermann, Alex (Luiz Felipe, aos 20'/2ºT) e Felipe Jonatan; Camacho, Sánchez (Vinícius Zanocelo, aos 30'/2ºT) e Carabajal (Sandry, aos 30'/2ºT); Ângelo (Lucas Barbosa, aos 39'/2ºT, Lucas Braga e Marcos Leonardo. Técnico: Orlando Ribeiro

Últimas