Futebol Santos e WTorre se reúnem nesta sexta para tentar fim de impasse sobre Arena

Santos e WTorre se reúnem nesta sexta para tentar fim de impasse sobre Arena

As duas partes seguem com interesse no projeto, mas capacidade e repasse estão incertos

Lance
Lance

Lance

Lance

O comitê de gestão do Santos e representantes da WTorre vão se reunir mais uma vez nesta sexta-feira para tentar acabar com um impasse entre as partes em relação ao modelo econômico do projeto da Nova Vila Belmiro.

Nas últimas semanas, as duas partes tiveram uma série de encontros virtuais para discutir o assunto e ainda não chegaram a um acordo. Na reunião da última quarta-feira, o clima foi bastante tenso, com diversos questionamentos feitos por Dagoberto Oliva, um dos membros do Comitê de Gestão.

O encontro desta sexta deve ser presencial. Existe um entendimento de ambos os lados de que o projeto precisa sair. Santos e WTorre seguem com interesse total na construção da Nova Arena. No entanto, dúvidas do lado santista e prazo do lado da construtora geram um impasse.

O Santos não abre mão de um estádio com capacidade para 30 mil pessoas e 10 mil lugares com preços populares. O presidente Andres Rueda, inclusive, falou sobre o assunto em reunião do Conselho Deliberativo nesta quinta-feira.

- Uma preocupação nossa é que o clube atenda a todo seu público. Quando você fala em Arena você precisa ter um lado popular. Uma das coisas que a gente está discutindo com a WTorre é um estádio para 30 mil pessoas e não 25, sendo 5 mil atrás de um gol e 5 mil atrás do outro com preço popular. Futebol é isso, é uma mescla de situações - afirmou Andres Rueda.

O aumento na capacidade tem impacto no valor do projeto e os tickets populares impactam nas receitas da Arena. Como o modelo de financiamento da Arena é um fundo de investimento imobiliário, em que todas as receitas serão divididas entre os participantes, as alterações podem impactar na remuneração dos investidores e deixar o projeto menos atrativo no mercado.

O Santos também espera números mais detalhados sobre a remuneração do clube. Nas reuniões, a WTorre passou um percentual que seria do Peixe sobre a estimativa de receita gerada pela Arena. O Comitê de Gestão deseja ter um valor garantido independentemente da receita gerada.

Apesar da boa vontade de ambos os lados, o impasse não deve ser revolvido em pouco tempo.

Últimas