Futebol Santos apresenta o novo coordenador para as categorias de base

Santos apresenta o novo coordenador para as categorias de base

Ricardo Silva estava no Cuiabá e foi contratado após a demissão de Felipe Gil

Lance
Lance

Lance

Lance

Os atletas da base do Santos se reapresentaram nesta quinta-feira (3) e conheceram o novo coordenador das categorias no clube, Ricardo Luiz. O profissional iniciou os trabalhos no Peixe no dia 22 de fevereiro.

- Tivemos o primeiro contato depois das férias de grande parte dos profissionais. Ainda não foi uma apresentação geral, mas hoje pude me apresentar oficialmente à base do Santos e o planejamento começa a ser desenhado separadamente com cada setor, cada departamento e cada categoria - disse.

Como jogador, o novo coordenador do Alvinegro Praiano construiu sua carreira no América (MG), tendo passado também por Novo Hamburgo (RS), Democrata (MG), Volta Redonda (RJ), Guarani (MG) e Fluminense (MG), como meio-campista.

Ricardo Luiz atua desde 2011 atua como dirigente no futebol de base do Brasil. Até 2021, coordenava a base do Cuiabá (MT) e tem em seu currículo passagens por Cruzeiro e América, de Minas Gerais.

- o Santos, sem sombra de dúvidas, é o maior desafio da minha carreira até agora e talvez seja o melhor desafio possível. Estou encarando com muita responsabilidade, sabendo que o Santos tem em seu DNA a questão de colocar no mercado atletas com nível técnico elevado, com valências específicas. Venho motivado para dar continuidade a este trabalho e ser um potencializador para ajudar ainda mais esses garotos. Que eles possam transitar para a categoria profissional e dar um retorno tanto técnico, quanto financeiro ao clube - disse Ricardo.

Ricardo Luiz entrou para vaga de Felipe Gil, demitido recentemente, e já adiantou um pouco da nova filosofia de trabalho das categorias de base do Peixe, com elencos reduzidos e uma atenção maior ao processo de formação de cada atleta.

- A ideia é termos esse número reduzido de atletas para que possamos potencializá-los, trabalhando nas individualidades e no coletivo, de forma a extrair mais do atleta, dando uma atenção mais direcionada a todos eles - revelou.

Por fim, Ricardo falou sobre os objetivos gerais à frente das categorias de base do Santos, pensando em primeiro lugar na formação de atletas, mas aproveitando para inserir uma mentalidade vencedora desde a infância.

- A base tem como principal objetivo a formação integral de seus atletas. Contudo, a gente não pode descartar e se privar das conquistas. Queremos formar atletas que tenham em seu íntimo a característica de vencedor. Que eles já se acostumem desde novos às conquistas e à competição em alto nível. Que essa seja a tônica do nosso trabalho, que tenhamos atletas muito bem preparados para a equipe principal, mas que eles também possam experimentar, desde a base, o gosto de ser campeão, porque acho que isso fortalece muito o processo de formação - projetou.

Últimas