Futebol Santos agenda reunião decisiva com WTorre sobre a Nova Vila no dia 20

Santos agenda reunião decisiva com WTorre sobre a Nova Vila no dia 20

WTorre apresentará ao Comitê de Gestão os resultados financeiros esperados para o projeto e para o clube, além do modelo de captação financeira.

Lance
Lance

Lance

Lance

O projeto da Nova Vila Belmiro terá um marco importante no próximo dia 20 de abril. Duas reuniões agendadas entre Santos e a WTorre serão decisivas para a sequência do projeto. Na primeira delas, pela manhã, o arquiteto responsável pelo projeto, Luis Volpato, irá detalhar a arquitetura da Nova Vila para os membros do Comitê de Gestão e a comissão do Conselho responsável por acompanhar o projeto.

> Confira a classificação atualizada do Campeonato Paulista

Na segunda, e mais importante, a WTorre apresentará ao CG os resultados financeiros esperados para o projeto e para o clube, além do modelo de captação financeira. Se o modelo econômico for aprovado pelo CG, a WTorre espera ter em até seis meses todos os projetos complementares aprovados para iniciar a captação. Em paralelo, o projeto será apresentado ao Conselho Deliberativo para a aprovação ou não. O presidente Andres Rueda também revelou o desejo de levar o projeto paruma assembleia de sócios.

Como o DIÁRIO antecipou, o Retrofit da Vila faz parte de um projeto de Fundo de Investimento Imobiliário que a WTorre está estruturando ao lado do BTG Pactual. Além da Vila, o Fundo teria o Allianz Parque, o novo São Januário, a Arena da Ponte Preta e outros dois estádios.

Pelo MOU (Memorando de Intenções) assinado com a WTorre, com validade de um ano, parceria teria entre 30 e 35 anos e a remuneração do Santos durante o período seria de 2,5% a 15% do faturamento (estima-se que o percentual seja de 6%). Após o prazo do contrato, todas as receitas da Nova Vila seriam do clube.

O projeto custaria cerca de R$ 220 milhões e o prazo para a construção é de 24 meses após todas as aprovações. A Arena será totalmente coberta, com capacidade para 25 mil pessoas, terá estacionamento para 943 vagas simultâneas abaixo do gramado, que será elevado acima de 10 metros do nível do solo – característica única no futebol mundial. O complexo terá mais de 11 mil m² de áreas comerciais, incluindo uma grandiosa área no topo do estádio, batizada como “Vila”, 712 cadeiras com vista espetacular, ciclovia, réplica do calçadão de Santos, áreas de lazer e entretenimento.

Últimas