Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Sampaoli vê melhor jogo do Flamengo sob seu comando e prega cautela para duelo da volta

Treinador avaliou a partida do Rubro-Negro e falou sobre atenção para confronto decisivo

Futebol|Do R7

Lance
Lance Lance

O Flamengo foi até Porto Alegre para enfrentar o Grêmio, nesta quarta-feira (26), no primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. Em um jogo de grande atuação coletiva, o Rubro-Negro foi superior ao Tricolor, marcou dois gols e largou em vantagem na briga por uma vaga na final. O técnico Jorge Sampaoli enalteceu a partida do Fla.

- A diferença futebolística foi maior. Penso que o time jogou uma definição de semifinal de Copa do Brasil e superou amplamente o Grêmio. Valorizar o resultado não é tão significativo quanto a maneira como jogamos -, disse.

Questionado sobre a possibilidade de a partida desta quarta-feira ter sido a melhor desde que assumiu o Flamengo, Jorge Sampaoli disse que concorda com a afirmação. O técnico apontou a boa troca de passes e exaltou o domínio do confronto.

- Acho que sim (foi a melhor sob meu comando). Foi um jogo que a equipe não acelerou e trocou muitos passes no campo rival. Dominou o jogo e se defendeu com a bola. A partir de agora, temos que encontrar essa forma para jogar sempre desta maneira. E Filipe nos deu a possibilidade de ter uma melhor saída de bola.

Publicidade

+ Flamengo vence o Grêmio fora de casa e abre boa vantagem por vaga na final da Copa do Brasil

VEJA OUTRAS RESPOSTAS DE SAMPAOLI

Publicidade

Ainda sobre o jogo:

- A importância dos atletas para o resultado positivo. Foi um jogo muito equilibrado, apesar da ausência de Pulgar, Gerson e David, que são jogadores muito importantes para nós. Mas, com a coletividade, o time teve seis alturas. Havia pós perda e recuperação imediata. Muita coisa aconteceu desde o último jogo contra o América, onde havia somente duas alturas. Flamengo não pode jogar dessa forma e agora temos que pensar no jogo de sábado. Que o time ganhe ou perca os jogos, mas que seja jogando desta forma.

Publicidade

Flamengo é time copeiro:

- Esses jogadores sabem jogar esse tipo de jogo. Se ligam mais. A empolgação é maior. Não é por mim, mas por eles, que têm essa capacidade. Esse ano não foi bem, mas espero que tenhamos a possibilidade de ganhar alguma esse ano.

Wesley fora do jogo de volta:

- Ele foi titular e jogou os 95% dos minutos do time. Um jovem que teve uma grande progressão. Hoje, entrou Varela, e Matheuzinho está recuperado, terá muito tempo para o segundo jogo. Seguramente, teve muita consolidação, tendo em vista o jogo que ele teve, mas agora é pensar em outro jogador para esta partida.

Críticas ao trabalho:

- Eu tenho tantos anos nisso que, sinceramente, eu não escuto. Eu trabalho, dou o melhor que tenho para este clube e tento sempre que o time alcance o protagonismo.

Suárez:

- Há jogadores que elevam muito a liga brasileira, e hoje o Suárez é um. Na última década, deve ter sido o melhor 9 do mundo. Tivemos que ter atenção aos seus movimentos, separação, definição, estar sempre perto dele. O time fez um trabalho defensivo muito bom, sabendo que tinha pela frente um jogador que pode ganhar um jogo por si só.

Expulsão de Kannemann:

- Kannemann é um jogador muito valente, mas nós tentamos fazer uma diferença maior, com número a mais (de jogadores). Criamos muitas chances e muita aproximação. O jogo de volta será ainda mais difícil do que hoje.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.