Sampaoli admite chance de título e ignora Fla: 'Não miramos ninguém'

Técnico ainda comentou sobre o uso do VAR e os desfalques no empate entre Santos e Internacional, neste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Beira-Rio

Lance

Lance

Lance

O Santos está a cinco jogos sem perder, mas a sequência de três vitórias consecutivas foi quebrada ao empatar com o Inter por 0 a 0, no Beira-Rio. Neste domingo, o Peixe perdeu a oportunidade de encostar na liderança do Campeonato Brasileiro. Após o duelo, o técnico Jorge Sampaoli comentou sobre a distância para o líder do Flamengo e a busca por título.

– Sabíamos que a partida aqui seria muito difícil. Inter não perdeu aqui ainda. Fizemos um primeiro tempo em que fomos superiores. No segundo perdemos um pouco do jogo, ficou mais dividido. A diferença que tem é a ver com o rendimento de uma equipe que ganha todas as rodadas. Nos custa seguir a este ritmo. Temos que estabelecer um vínculo com o jogo. Não estamos mirando ninguém. Queremos chegar o mais alto possível na tabela – disse.

– Essa partida era muito difícil. Vencemos Vasco, Palmeiras, empatamos aqui, agora temos Ceará, Corinthians e Atlético-MG. Toda partida tem um sacrifício e temos que funcionar melhor. Todos estão preparados para competir. Temos de respeitar os adversários. Flamengo está tendo um rendimento superlativo. Eles se preparam para este tipo de coisa também. Vamos ver pelo que brigar em novembro. Tivemos um período ruim, vimos abrirem vantagem. Agora estamos tentando retomar pouco a pouco e seguir buscando – complementou.

TABELA
>Veja a classificação e o simulador do Brasileiro clicando aqui

Sampaoli comentou sobre o uso do VAR na partida, que teve três gols anulados, sendo um para o Santos e dois para o Inter. Ele preferiu não criticar.

– O VAR decide. Se foram bem anuladas, não tenho o que dizer de arbitragem. Tailson estava um pé adiantado e o VAR decidiu que não foi gol. Criticar a arbitragem é muito difícil. Tem o controle do VAR. O árbitro teve um bom desempenho.

O comandante santista também falou sobre os desfalques por causa dos amistosos das seleções. No entanto, destacou que a perda de pontos pode ser um fator crucial para a sequência do Brasileiro.

– A gente veio decidido a ganhar o jogo. Eles são jogadores que não contamos por causa da data Fifa. Inter também estava desfalcado. A gente veio jogar com o que tinha, contra uma grande equipe. Fomos melhores no primeiro tempo e o rival nos superou no segundo. Conseguimos um empate que mais para frente vamos dar muito valor – afirmou.

Com o resultado, o Santos deixou de se aproximar dos líderes, interrompeu sequência de três vitórias consecutivas e soma 48 na classificação. Agora, recebe o Ceará, nesta quinta-feira, às 19h15, na Vila Belmiro.