Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Salário alto dificulta chegada do volante Jean Lucas ao Santos

Peixe quer o meio-campista do Monaco por empréstimo com obrigação de compra

Futebol|

Lance
Lance Lance

O Santos enxerga a chegada do volante Jean Lucas com pessimismo. Ainda sem descartar completamente a concretização do negócio, o Peixe tenta um empréstimo com obrigatoriedade de compra junto ao Monaco (FRA), time detentor dos direitos econômicos do meio-campista. Porém, os salários do atleta estão fora da realidade financeira do clube.

Durante o empréstimo, as partes discutem como ficaria a divisão dos vencimentos de Jean Lucas, que girariam em torno de R$ 1 milhão por mês. Caso o jogador não aceite reduzir esses valores para a futura compra obrigatória, a contratação é tratada como inviável pela diretoria santista, segundo apurado pela reportagem do LANCE!.

Se o meio-campista de 24 anos topar receber cifras mensais mais baixas, o Santos seguirá nas negociações. Caso contrário, as tratativas tendem a ser encerradas.

COMO AS NEGOCIAÇÕES ANDARAM

Publicidade

De início, quem dificultou o andamento das negociações foi o Monaco. A oferta do Peixe era para ter Jean Lucas por empréstimo, mas sem a obrigatoriedade de compra. Com isso, os franceses quiseram impor uma cláusula prevendo que, se chegasse qualquer proposta vantajosa pelo meio-campista na janela de transferências do verão europeu, o atleta poderia ser vendido.

Ou seja, existia a possibilidade de Jean Lucas vir ao Santos em março e ficar no clube apenas até meados de julho e agosto. O Peixe seria utilizado como 'vitrine'.

Publicidade

O Monaco adotou postura inflexível sobre a condição. O Alvinegro, então, apresentou a alternativa de um empréstimo com a futura obrigatoriedade de compra, fazendo com que a cláusula inicial deixasse de ser uma barreira.

Jean Lucas se mostrou favorável em retornar ao Santos, clube que defendeu por 20 partidas em 2019.

Publicidade

ODAIR NUNCA ACREDITOU

Na última semana, o técnico Odair Hellmann já adotava tom pessimista sobre a chegada de Jean Lucas, visão divergente de outras pessoas no Santos, que ainda apostavam em 'final feliz'.

- Peço que vocês não iludam o torcedor. A negociação está quase zero. Não vou dizer que eu não quero o jogador, porque é nítido que a gente quer. Mas a negociação é quase impossível - afirmou em conversa com jornalistas no CT Rei Pelé, na última terça-feira (14).

*Matéria atualizada em 21/03, às 17h30

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.