Futebol Saída de Vítor Pereira gera misto entre alívios e saudades no Corinthians

Saída de Vítor Pereira gera misto entre alívios e saudades no Corinthians

Parte dos jogadores estão felizes com a saída do treinador, mas a ausência do profissional na preparação para 2023 ainda é sentida...

Lance
Lance

Lance

Lance

Vítor Pereira já é passado no Corinthians, mas a saída do profissional ainda é digerida no clube, que voltou aos trabalhos na última quarta-feira (14), após um mês de férias, e já está de olho na próxima temporada.

No elenco, há a sensação de alívio de boa parte dos jogadores. A relação do grupo com o treinador nunca foi das melhores, mas o que era externado enquanto o português dirigia a equipe é que o profissionalismo imperava. Porém, agora que Vítor não faz mais parte da realidade corintiana, algumas peças do plantel têm se sentido mais livres para externar internamente detalhes sobre o que pensavam e sentiam sobre o ex-comandante.

+ 10 anos do Mundial do Corinthians no Japão! Veja por onde anda hoje o elenco que conquistou o título

Há jogadores que, de tão insatisfeitos, haviam solicitado ao seu estafe para buscar novos clubes caso Pereira seguisse à frente do Corinthians. Esses mesmos atletas se enxergam em um novo momento agora, com a saída do português.

Vítor Pereira em nenhum momento fez ‘panela’ no elenco corintiano, mas sempre deixou claro as suas preferências e era bastante exigente no dia a dia de trabalho. Essa postura mais dura não agradava parte do grupo, que era contido por jogadores mais experientes. Cássio era o principal responsável por ‘segurar a barra’, principalmente quando até mesmo outras lideranças começaram a ficar insatisfeitas com o modo que Vítor Pereira conduzia algumas situações.

Por outro lado, a proximidade do técnico com a diretoria sempre o manteve intocável no comando do clube. VP tinha poder de comando total do vestiário e nunca teve o trabalho interferido ou questionado por pessoa alguma da direção. Até mesmo jogadores que ‘torciam o bico’ para o técnico, respeitavam as decisões porque reconheciam que o trabalho dele era importante.

+ Confira a tabela do Paulistão e simule os jogos da competição estadual

Assim, Vítor, mesmo que tenha se tornado ‘persona non grata’ no Coringão, firmou uma marca de trabalho que tem deixado saudades no clube neste início de temporada. Por outro lado, a direção corintiana busca na efetivação de Fernando Lázaro a situação ideal para ‘exorcizar’ o fantasma português, que insiste em assombrar o Timão. O novo treinador é bastante querido no clube em que frequenta desde criança, já que é filho do ex-lateral Zé Maria, um dos maiores ídolos da história do Timão.

Últimas