Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Saiba o que a diretoria do Corinthians pensa sobre possível demissão de Luxemburgo

Departamento de futebol corintiano não trabalha com possibilidade de demissão neste momento, mas isso não significa que...

Futebol|Do R7

Lance
Lance Diretoria do Corinthians tem sofrido pressão para demitir Luxemburgo (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

A derrota do Corinthians para o Fortaleza, na noite desta quinta-feira (14), voltou a pressionar a diretoria do clube alvinegro para uma possível demissão do técnico Vanderlei Luxemburgo. Os responsáveis pela equipe, no entanto, não pensam em dispensar o treinador neste momento. O presidente Duílio Monteiro Alves tem recebido constantes mensagens de conselheiros e membros de torcidas uniformizadas pedindo o desligamento de Luxa, mas mantém a decisão de mantê-lo, pois tem mandato até o fim da temporada e não acredita que vai conseguir acertar com um novo comandante por um período curto de contrato. 

Nada consta no estatuto social corintiano que impeça o mandatário de firmar um vínculo além do tempo da sua gestão, mas ele sabe que um movimento será considerado antiético, principalmente porque não há nome no mercado que seja consenso internamente. Desta forma, a ‘lei do bom senso’ é um dos motivos para a permanência de Luxemburgo no Timão em um primeiro momento.

+ Já pensou em ser um gestor de futebol? Participe da nossa Masterclass com Felipe Ximenes e descubra oportunidades

Porém, Vanderlei não está blindado e o aumento da pressão pode mudar se persistir a situação atual de desconfiança e falta de evolução em campo. A cobrança em cima da diretoria é forte e não se sabe até quando será suportada. Hoje, o principal argumento apresentado nas justificativas são os resultados, mas a direção concorda que o desempenho não está agradando, motivo das principais reclamações apresentadas.

Publicidade

Outro fator que faz com que Luxa esteja longe de ser unanimidade no Timão é o trabalho diário. O departamento de futebol está ciente que parte do elenco está descontente com os métodos de trabalho do treinador, conforme antecipado pelo Lance! no dia 6 de setembro. Os principais atletas insatisfeitos são os mais experientes, que possuem grande influência no clube, inclusive com a direção.

Os próximos três jogos do Corinthians serão fundamentais para Luxemburgo tentar mudar o seu cenário de incerteza no Timão. Serão duas partidas pelo Brasileirão, contra Grêmio e Botafogo, ambos adversários que estão no topo da tabela, e um pela Sul-Americana, contra o Fortaleza, pelo jogo de ida da semifinal. Todas essas partidas serão disputadas na Neo Química Arena. A expectativa é que o desempenho corintiano melhore, principalmente porque se espera o retorno de peças importantes, como Fagner, Renato Augusto e Matías Rojas. 

O jogo pela Sula também será um fiel da balança para o futuro do treinador no clube alvinegro. Em caso de derrota em casa, é capaz que ele nem fique para o segundo confronto, que será realizado na Arena Castelão.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.