Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Rueda promete mais 'agressividade' do Santos na próxima janela transferências

Santos trouxe doze reforços para esta temporada

Futebol|

Lance
Lance Lance

O presidente do Santos Andres Rueda concedeu uma entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (13), no CT Rei Pelé. Na bateria de perguntas feitas, questionamentos voltados para o âmbito das contratações foram recorrentes. Visando já a próxima janela, o mandatário salientou maior agressividade para a janela da metade do ano.

- A gente tá nesse processo de avaliação dos jogadores desde o começo dessa janela. Tivemos um problema no nosso planejamento que foi o problema do Kayky. A gente pretendia ter feito uma venda na nossa janela. A nossa venda ficou muito restrita, por isso demoramos mais para fechar as contratações. Em junho e julho vamos vir mais agressivos para, rapidamente, darmos uma encorpada ainda mais para o clube - disse Rueda.

+ Confira uma lista de produtos do Santos com descontos de até 70% OFF na Centauro

+ Brasileirão 2023 vai começar! Veja quais são os elencos mais valiosos da competição

Publicidade

Para 2023, o presidente do Peixe havia prometido 'reforços de peso'. Sobre essa declaração, ele fez questão de relembrar a chegada de Soteldo e a possibilidade dele permanecer no clube da Vila Belmiro.

- O Soteldo já é um nome que tem uma certa imponência e que muda o panorama do time. Quando trouxemos o Soteldo, fizemos o empréstimo até julho com um valor de compra que está dentro da realidade do Santos. Quando pode aparecer um jogador que mude um perfil nós vamos atrás, mas repito que não vamos cometer erros anteriores. Não vamos trazer um jogador sabendo que vamos ter problemas para pagar o jogador. Nesses 2 anos e quatro meses temos a folha de pagamento literalmente em dia - enfatizou o mandatário.

Publicidade

Ciente da insatisfação da torcida após ser eliminado de forma precoce no Campeonato Paulista, Rueda disse entender o receio dos santistas, mas adotou uma postura otimista para o elenco atual do clube.

- O receio da torcida é natural. Dois anos no Campeoinato Paulista, a gente teve um desempenho muito ruim, assusta qualquer um. Com resultados, a gente volta com a torcida. A gente tem que acreditar mais nesses jogadores. Tenho certeza que eles vão dar muita alegria - concluiu o presidente.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.