Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Rueda assume culpa pela falta de rendimento do Santos e declara ano como 'tenebroso'

Após vexame nas competições da temporada, Peixe se encontra em situação delicada na tabela do Brasileirão

Futebol|Do R7


Lance
O presidente é bastante criticado pela sua gestão (Foto: Ivan Storti / Santos FC)

Em um ano turbulento, o Santos tenta buscar a reabilitação noCampeonato Brasileiro. Após as medidas e os planejamentos do clube não surtirem o efeito desejado, o presidente Andres Rueda fez uma avaliação negativa do rendimento da equipe na temporada.

- O ano do Santos é tenebroso, é horrível até aqui. Não posso brigar com o que os resultados mostram. Nem de perto foi o que pensamos, mas as escolhas sempre foram feitas visando o acerto. Existem coisas que fizemos, que o torcedor não sabe, que estruturou o clube para um futuro. Mas 2023 é horrível. Sabemos que temos de correr contra o tempo para tirar o Santos desta situação. De agora até o fim do ano é zerar tudo e buscar recuperar o que podemos - disse o mandatário ao “Estadão".

+ Já atualizou sua camisa de 2023? Confira os novos uniformes do Peixe!

Muitas coisas mudaram nos bastidores do Peixe. Nos últimos meses, três técnicos passaram pelo comando e Alexandre Gallo assumiu o papel de Falcão, que deixou o clube em meio a acusação por importunação sexual. Sobre o momento conturbado, o dirigente do Santos assume a responsabilidade.

Publicidade

- Eu sou responsável pelo que aconteceu. Não tem como brigar com o resultado, ou a falta dele. Todas as pessoas que passaram no Santos neste ano são muito boas profissionalmente, não tenho nenhum motivo para apontar o dedo ou reclamar de nenhum deles. Mas quando não se tem resultado no futebol é necessário mudar. Trocamos o comando do time, trouxemos novos jogadores para qualificar o elenco e repor as saídas que tivemos e agora é fazer tudo que for possível para recolocar o Santos no patamar que merece - relatou Rueda.

PROBLEMAS DE LONGA DATA

Publicidade

Em uma situação financeira crítica há um certo tempo, o Santos estava à beira da falência, de acordo com o presidente do Alvinegro Praiano.

- Quando chegamos em 2021, o clube não tinha nenhum centavo para receber. Tudo já havia sido antecipado por gestões anteriores. O Santos estava praticamente falido, quebrado. Hoje a situação é melhor, mas está longe de ser confortável. Posso me orgulhar e falar que não existe nenhum funcionário do clube com salário atrasado e as vendas que aconteceram, do Ângelo e do Deivid Washington (que podem render até R$ 188 milhões), foram necessárias para manter as contas em dia até o fim do ano e também qualificar o elenco - concluiu Andres Rueda.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.