Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Rüdiger diz que não se imaginava no Real Madrid

O defensor confessou que não passou pela sua cabeça defender os merengues

Futebol|

Lance
Lance Lance (Lance)

Antonio Rüdiger se tornou uma peça fundamental no esquema de Ancelotti no Real Madrid. O defensor é um dos melhores do mundo na posição e os torcedores Merengues esperam que ele possa jogar esta semana frente ao Sevilla, pela La Liga

➡️ Aniversariante do dia: relembre a trajetória de Casemiro no Real Madrid

O Alemão, em entrevista para o site “Goal”, diz que nunca imaginou estar no Real Madrid.

- Sonhava em jogar no Madrid, mas nunca passou pela minha cabeça que poderia acontecer. Para mim, a Premier League era meu objetivo final - disse.

Publicidade

- Eu, definitivamente, queria jogar na Premier League, tendo feito isso em um dos clubes mais importantes como o Chelsea, e agora, também no Real Madrid, é um privilégio por todo esse trabalho duro que fiz ao longo dos anos - completou.

O zagueiro garante que, durante a passagem de Lampard nos Blues, teve vontade de sair. 

Publicidade

- Queria muito ir embora. Eu queria ir. Queria ir para o PSG com o Thomas Tuchel, esse era o meu desejo. Mas não foi assim e seis meses depois o Tuchel chegou ao Chelsea, vindo exatamente do Paris. Depois, ganhamos a Champions League juntos - disse. 

- Tive muitos treinadores bons, se eu tivesse que escolher um agora, seria Thomas Tuchel. Eu me dava, particularmente, muito bem com ele. Sua natureza honesta me convinha. Eu me encaixo melhor na ideia dele de futebol e ele também me apreciava muito como pessoa - concluiu. 

Publicidade

O atleta do Real Madrid também tem muitas coisas boas a dizer de Ancelotti. 

- Devo dizer que todos os italianos são realmente muito exigentes. Mas Carlo Ancelotti está muito calmo. Com Carlo estamos indo na mesma direção e é exatamente assim que funciona perfeitamente - acrescentou.

- O que ficará para sempre na minha memória é a final da Champions League de 2002 contra o Bayer Leverkusen. Aquele gol do Zidane. Isso sempre esteve na minha cabeça - finalizou. 

O defensor alemão ainda assegurou que Ronaldo é um dos ídolos. 

- George Weah desempenhou um papel muito importante para mim, porque foi o único africano a ganhar a Bola de Ouro. Ronaldo também foi uma inspiração para mim. - disse ele.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.