Flamengo

Futebol Rogério Ceni perto de repetir feito histórico alcançado pela última vez em 2009, por Andrade no Flamengo

Rogério Ceni perto de repetir feito histórico alcançado pela última vez em 2009, por Andrade no Flamengo

Com uma vitória sobre o São Paulo na quinta-feira, o Rubro-Negro conquistará o Brasileirão, e Rogério Ceni, tri como goleiro, será campeão também como técnico

Lance
Lance

Lance

Lance

Não bastasse a possibilidade histórica de comandar o Flamengo na conquista do bi consecutivo e octa título nacional na quinta-feira, "os deuses do futebol" prepararam um cenário ainda mais especial para Rogério Ceni. Além do rival na rodada decisiva ser o São Paulo no Morumbi, palco onde é idolatrado, uma vitória fará o treinador repetir o feito de Andrade, em 2009 pelo Rubro-Negro, último nome a entrar na galeria de campeões brasileiros como atleta e técnico.

Foi pelo São Paulo que o goleiro Rogério Ceni conquistou três Campeonatos Brasileiros seguidos, em 2006, 2007 e 2008. Na ocasião, o camisa 1 tricolor ainda foi eleito o melhor jogador nas duas primeiras conquistas. Agora, o treinador Ceni pode sagrar-se campeão no estádio o qual conhece tão bem.

> Confira a classificação completa e simule a rodada final do Brasileirão!

Na história do Brasileirão, apenas oito atletas conseguiram o feito de vencer o título nacional como jogador e também como treinador. O primeiro foi Ênio de Andrade, campeão pelo Palmeiras, em 1960, e depois no comando do Internacional, em 1979, pelo Grêmio, em 1981, e pelo Coritiba, em 1985.

O último foi Andrade, ídolo da Nação e que fez parte do histórico Flamengo campeão brasileiro de 1980, 1982 e 1983 além de ter conquistado o título de 1989 jogando pelo Vasco. Já como treinador, em 2009, assumiu o time da Gávea e comandou Léo Moura, Juan, Petkovic, Adriano & Cia rumo ao Hexa.

A galeria ainda conta com outros ídolos rubro-negros. Como volante, Paulo César Carpegiani foi bicampeão pelo Internacional, em 1975 e 76, e campeão pelo Flamengo em 1980. Dois anos depois em 1982, como treinador, voltou a conquistar o título pelo clube carioca. No ano seguinte coube a Carlos Alberto Torres comandar o time da Gávea na conquista do Brasileirão de 1983. Em 1965 e 1968, o eterno Capita havia participado dos títulos nacionais do Santos.

Foi também pelo Peixe que Pepe conquistou seis títulos como jogador (1961, 61, 62, 63, 64, 65 e 68) e depois, no comando do São Paulo, sagrou-se campeão em 1986). Há outro ídolo do Tricolor Paulista nesta lista: Muricy Ramalho, que dirigiu o time do Morumbi nas conquistas de 2006, 2007 e 2008. Como meio-campista, Muricy já havia vencido o Campeonato Brasileiro pelo clube em 1977.

Em 2010, no comando do Fluminense, Muricy voltou a conquistar o Brasileirão.

Já o zagueiro Joel Santana fez história pelo Vasco. Campeão como zagueiro em 1974 e, já como "Papai Joel", conquistou o título pelo Cruz-Maltino em 2000.

Por fim, quem completa a lista é o histórico goleiro Emerson Leão, tricampeão pelo Palmeiras, em 1969, 1972 e 1973, e campeão no Grêmio em 1981. Como treinador, Leão esteve à frente da histórica equipe do Santos no ano de 2002.

Últimas