Futebol Retrospectiva LANCE!: Ceni cai de madrugada, Renato sai sem títulos e Flamengo fecha ano com Mauricinho

Retrospectiva LANCE!: Ceni cai de madrugada, Renato sai sem títulos e Flamengo fecha ano com Mauricinho

A queda de Ceni ficou marcada por um áudio vazado de um analista que o classificou como 'uma pessoa ruim'; já Renato Gaúcho sofreu fortes críticas em relação a parte tática

Lance
Lance

Lance

Lance

Ao longo de 2021, o Flamengo foi comandado por três técnicos. Rogério Ceni abriu o ano com três títulos, mas, no decorrer da temporada, foi demitido em um horário inusitado. Mauricinho fez a "ponte" antes de Renato Gaúcho assumir o cargo. Portaluppi, contudo, passou em branco e, após uma passagem decepcionante, Maurício Souza fechou a temporada, interinamente, à frente do Rubro-Negro.

> Conselho Deliberativo do Fla aprova três contratos de patrocínio; veja valores

Rogério Ceni - Flamengo

Rogério Ceni - Flamengo

Lance

Rogério Ceni foi o primeiro técnico do Flamengo neste ano (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

O primeiro treinador do Flamengo no ano foi Rogério Ceni. O ex-goleiro chegou ao Rio de Janeiro em 2020 depois de uma passagem de destaque sob o comando do Fortaleza. Com ele, o Rubro-Negro assumiu a ponta da tabela na penúltima rodada e, dias depois, conquistaria o octacampeonato brasileiro. Posteriormente, o Fla ainda foi campeão Carioca e da Supercopa do Brasil.

No entanto, a situação começou a mudar de figura no decorrer da temporada 2021. Após resultados decepcionantes no Brasileirão, desgaste no ambiente interno e o vazamento de um áudio de um analista de scout que o classificou como uma pessoa ruim, o Flamengo anunciou a demissão de Ceni na madrugada - inclusive, o tweet feito pelo clube foi postado às 02h46 da manhã.

Flamengo x Bahia - Renato Gaúcho

Flamengo x Bahia - Renato Gaúcho

Lance

À frente do Flamengo, Renato conquistou três competições, mas não conseguiu ser campeão (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Com a demissão de Ceni, Renato Gaúcho foi a escolha da diretoria para assumir o Flamengo. Uma enquete do LANCE! feita à época da contratação mostrou que 76% dos votantes disseram que a diretoria acertou ao trazê-lo. E o começo de Renato, inclusive, foi muito positivo. Nos primeiros seis jogos, foram 24 gols marcados contra apenas três sofridos.

No entanto, após a boa fase as críticas começaram a surgir. A primeira foi pela predileção de Renato por Copas, o que o treinador sempre negou. Na sequência, pela parte parte tática. O ápice da crise foi atingido com a vexatória eliminação do Flamengo da Copa do Brasil, com direito a uma derrota por 3 a 0 em pleno Maracanã. Renato chegou a botar o cargo à disposição, mas foi demovido da ideia.

Assim, ele se manteve no cargo até a final da Libertadores. Contudo, o Flamengo não foi páreo para o Palmeiras e terminou com o vice da competição continental. Dias depois, o Rubro-Negro anunciou que Renato estava de saída, e o treinador deixou o Fla sem levantar um título sequer.

Mauricio de Souza - Flamengo

Mauricio de Souza - Flamengo

Lance

Ex-técnico do sub-20, Maurício Souza foi promovido ao cargo auxiliar permanente na comissão técnica de Renato neste ano (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

Após o término do Brasileirão, Maurício Souza comandou o Flamengo no início do Campeonato Carioca - mais especificamente até a sexta rodada. A partir da sétima, Rogério Ceni voltou a estar à frente do time.

Com a demissão de Ceni, ele comandou o time em mais um jogo, na vitória sobre a Chapecoense, antes de Renato assumir no compromisso seguinte. No entanto, dessa vez, Mauricinho não retornou ao sub-20.

O Fla contratou Fábio Matías para assumir a base e, assim, Maurício Souza foi promovido ao elenco profissional para ser auxiliar permanente na comissão técnica de Portualppi. Desse modo, quando Renato caiu, Mauricinho esteve à frente do Flamengo, de forma interina, nos últimos jogos do ano.

Confira os números dos técnicos do Flamengo na temporada de 2021*:

ROGÉRIO CENI
23 jogos (12V/6E**/5D)

RENATO GAÚCHO
37 jogos (24V/8E/5D)

MAURÍCIO SOUZA
15 jogos (10V/2E/3D)

*Números não contam a reta final da temporada de 2020, que foi finalizada em fevereiro de 2021 por conta das mudanças no calendário devido à Covid-19.

**Um dos empates contabilizados ocorreu na final da Supercopa do Brasil. Nos pênaltis, o Flamengo foi campeão.

Últimas