Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Renatodependência? Aproveitamento do Corinthians com Renato Augusto explica a importância do meia para o clube

Sofrendo com lesões, meia ficou fora de metade dos jogos do Timão na temporada, mas quando esteve em campo mostrou ser...

Futebol|Do R7


Lance
Renato Augusto estava 'on fire' até mesmo antes da bola rolar contra o São Paulo (Foto: Rodrigo Coca/Ag.Corinthians)

Se tem alguém que ainda ousa questionar a importância do meia Renato Augusto no Corinthians, toma essa: com o jogador em campo nesta temporada o clube alvinegro tem aproveitamento de 71,4%, já sem ele o percentual cai para 28,7%. 

Autor dos dois gols corintianos na vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo, nesta terça-feira (25), que abriu vantagem ao Timão na semifinal da Copa do Brasil, o camisa 8 é decisivo quando está em campo, mas vive um ano complicado na parte física. Já foram três lesões em 2023, duas no joelho e uma na panturrilha, sendo que em uma delas foi necessário um procedimento cirúrgico (artroscopia). 

+ Renove o seu estoque de camisas do Timão com o cupom LANCEFUT 10% OFF

Assim, metade dos jogos do Corinthians nesta temporada foi com Renato e o restante foram sem o jogador. Das 43 partidas do Timão neste ano, 21 tiveram a presença do meia, enquanto em 22 ele não foi relacionado. Com o camisa 8, foram 13 vitórias, seis empates e duas derrotas - aproveitamento de 71,4%. Sem ele, apenas cinco triunfos, quatro empates e 13 reveses - percentual de 28,7% dos pontos conquistados. 

Publicidade

Das oportunidades em que Renato Augusto esteve à disposição, em 16 ele foi titular e em outras cinco começou entre os reservas, mas entrou no decorrer da partida, atuando entre 17 e 28 minutos. Nessas ocasiões ele estava voltando de algum problema físico de forma gradual. Nenhuma vez o camisa 8 ficou somente entre os suplentes. 

Nas circunstâncias em que entrou no decorrer do jogo, somente em uma ele foi decisivo, participando diretamente do resultado. Foi no triunfo por 1 a 0 sobre o Universitario, do Peru, pela Copa Sul-Americana, no qual o meia entrou aos 17 do segundo tempo e 20 minutos depois construiu a jogada do único gol do jogo, marcado pelo centroavante Felipe Augusto. A assistência foi de Renato.

Publicidade

E falando em assistência, Renato Augusto é o terceiro atleta do elenco com melhor número no elenco corintiano nesta temporada, até aqui. São cinco passes diretos para gols no clube, ficando atrás somente de Fagner (com oito) e Yuri Alberto (com seis). Além disso, são quatro gols marcados em 2023.

+ Assista aos jogos do seu clube do coração com aquela gelada! Copo Stanley a partir de R$120,00

A única competição em que a presença de Renato Augusto foi ‘insignificante’ para os números foi a Sul-Americana, já que o meia jogou uma das duas partidas da equipe na competição, na qual o Timão segue invicto. Porém, na prática, a citada assistência do jogador para o gol da vitória corintiana sobre o Universitário foi fundamental para que a equipe do Parque São Jorge mantenha o 100% de aproveitamento na competição continental. 

Nos demais campeonatos, a importância de Renato é gritante nas estatísticas. No Paulistão, por exemplo, o Corinthians perdeu somente duas vezes e foi eliminado nos pênaltis após um empate contra o Ituano no tempo normal, pelas quartas de final. Em todas essas situações, o camisa 8 não esteve em campo. Com ele jogando, foram seis vitórias e quatro empates, em 10 jogos. 

A Copa do Brasil é outro exemplo de quão fundamental é a ‘áurea’ de Renato. Ele não esteve presente nas derrotas para Remo, Atlético-MG e América-MG pelos jogos de ida da terceira fase, oitavas e quartas de final, respectivamente, mas atuou nos confrontos de volta contra Galo e Coelho, além da primeira partida da semifinal, contra o São Paulo, marcando os dois gols no triunfo por 2 a 1, na Neo Química Arena. 

Na Libertadores, no entanto, o meio-campista não conseguiu fazer a diferença. A lesão sofrida no menisco do joelho direito foi essencial para que o atleta não jogasse praticamente a fase de grupos inteira, o que prejudicou bastante o Timão, que ficou na terceira colocação da sua chave e foi eliminado precocemente da competição continental. 

O problema físico foi sofrido por Renato Augusto com 15 minutos de jogo na estreia corintiana no torneio, em que o clube alvinegro venceu o Liverpool, do Uruguai, em Montevidéu. O triunfo por 3 a 0, no entanto, foi construído todo no segundo tempo, quando o meia já não estava mais em campo. Para piorar, o jogador voltava naquele dia de outra lesão no mesmo joelho sofrida quase dois meses antes. 

+ Próximos jogos do Corinthians: onde assistir ao vivo, datas, horários e calendário

Renato até voltou ao Timão ainda na fase de grupos, foi titular no duelo contra o Independiente del Valle, do Equador, pela quinta rodada, mas não conseguiu evitar a derrota por 3 a 0, fora de casa, que confirmou a eliminação corintiana. 

O Brasileirão é outro campeonato que Renato Augusto pouco jogou. Ele esteve presente em cinco dos 15 jogos feitos pelo Corinthians até aqui na competição. Porém, das sete derrotas que coloca o clube do Parque São Jorge próximo da zona do rebaixamento, somente em uma o meio-campista esteve presente. E das quatro vitórias corintianas no torneio, duas tiveram a presença do jogador.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.