Futebol Relação com Bustos, elogios a Diniz, sonho com Europa: Felipe Jonatan abre o jogo

Relação com Bustos, elogios a Diniz, sonho com Europa: Felipe Jonatan abre o jogo

Em entrevista exclusiva, lateral do Peixe explica o seu momento no clube

Lance
Lance

Lance

Lance

Felipe Jonatan está, definitivamente, "de volta" ao Santos. Em entrevista exclusiva do LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE, o jogador falou sobre a retomada de espaço no elenco, a saída turbulenta de Fabián Bustos, interesse no futebol Europeu e o reencontro com Diniz.

E o primeiro semestre no Santos foi tumultuado. Para Felipe Jonatan, foi ainda mais: após a saída do lateral-esquerdo Jorge, no final de 2019, o camisa 3 se tornou o único jogador da posição no Santos por duas temporadas. Então, foi acostumado ser o "dono" da posição e não frequentar o banco de reservas. Até a promoção do garoto Lucas Pires, que virou titular e conquistou a torcida.

- Disputa sadia (Com Luca Pires). Logo logo ele estará de volta e sempre honraremos a camisa do Santos. Independente de quem esteja jogando, ou os dois juntos como o próprio professor Lisca falou que pode usar - disse Felipe.

Sondagens da Europa

Recentemente, Felipe Jonatan recebeu consultas vindo do Fenerbahçe, da Turquia. No começo do ano, a equipe também procurou o jogador, mas o presidente Andres Rueda recusou a oferta por conta dos valores. Felipe falou sobre o sonho de jogar na Europa.

- Sondagens sempre aparecem. Meu foco sempre será no Santos. Todo mundo tem o sonho de jogar na Europa. Quem falar que não tem está mentindo. Viver experiência nova todo mundo almeja um dia. Mais eu penso muito no hoje, então o meu hoje é vencer e dar o meu melhor pelo Santos - aponta.

Eliminações e sequência da temporada

O Santos foi eliminado na Copa do Brasil para o rival Corinthians e da Copa Sul-Americana para o Deportivo Táchira. A equipe na competição internacional acelerou o processo de reformulação no departamento de futebol do Peixe. Agora, o Peixe tenta terminar a temporada "com honra".

- Infelizmente, aconteceram essas eliminações, não estava planejado sair delas. Mas isso é futebol e estamos sujeitos a acontecer. Agora é focar 100% no brasileiro e honrar o máximo a camisa do Santos com vitória e deixar o clube no mais alto lugar possível no brasileiro - afirma Felipe Jonatan.

Liderança no Santos

Felipe Jonatan chegou ao Santos em março de 2019, vindo do Ceará. Três anos depois, o lateral é um dos jogadores mais experientes do elenco e carregou a famosa braçadeira de capitão de Zito, em seu braço. Ele se considera um dos líderes do Peixe.

- Com certeza, sim. Busco sempre dar conselhos para os mais jovens, cobro quando tem que cobrar, sou cobrado também quando tem que me cobrar E assim vamos nos ajudando dentro de campo - confirma.

Saída de Bustos

Após 132 dias no comando, o técnico Fabián Bustos foi demitido do Santos. Ele resistia mesmo com apenas uma vitória em 12 jogos, goleada sofrida clássico para o Corinthians e uma sequência de sete jogos sem vencer na Vila. Mas, após eliminação na Sul-Americana, não aguentou a pressão.

Os dias se passaram e os problemas começaram aparecer. Bustos sempre foi um treinador intenso e, em certos momentos, considerado “teimoso”. O treino na parte da manhã desagradou boa parte do elenco, principalmente em dias após longa viagem, como foi para Venezuela. O argentino não abriu mão.

- Professor Bustos sempre foi um grande profissional. Nos respeitava muito no dia a dia e vice-versa. Desejamos toda sorte do mundo a ele e toda a sua comissão. Sobre os horários, estamos sempre para cumprir. Às vezes, poderia abrir mão e mudar um pouco, sim. os horários. Mas não foi o motivo real de as coisas não terem acontecido - comenta Felipe Jonatan.

Chegada de Lisca ao Santos

Felipe Jonatan, em 2018, estava sendo emprestado do Ceará ao Guarani de Juazeiro, até que uma pessoa mudou tudo: Lisca. O próximo jogo seria contra o Corinthians. O treinador não pensou duas vezes e lançou Felipe ao jogo. Com o tempo, conquistou a vaga de titular.

Agora técnico do Santos, ambos se reencontrar. O lateral já ganhou elogios do professor e pediu para que permanecesse. Felipe, por sua vez, agradeceu a nova chance de trabalharem juntos.

- Eu sempre tive um carinho grande pelo Lisca por tudo que me ajudou no Ceará. Lá, outros treinadores não me deram oportunidades e ele me deu. Então, fiquei contente com a chegada dele - disse.

- Procurar entender mais ainda o trabalho do Professor Lisca. Acredito que serão semanas determinantes no início de trabalho do professor. Ele vai fazer o máximo para implementar o seu trabalho e a gente procurar assimilar o mais rápido possível - completa.

Reencontro com Fernando Diniz

O Santos entra em campo novamente na próxima segunda-feira (1), na Vila Belmiro, para enfrentar o Fluminense, pela primeira rodada do returno do Brasileirão. E o jogo marca o reencontro de dois velhos conhecidos: Fernando Diniz e o Santos.

Fernando Diniz foi contratado em maio de 2021 para vaga do argentino Ariel Holan no Santos. Em sua estreia, venceu o Boca Juniors, na Copa Libertadores (com gol de Felipe Jonatan), e animou os torcedores. Pouco tempo depois, no entanto, os resultados ruins começaram aparecer.

- A equipe do Fluminense no meu modo de ver é quem está jogando o melhor futebol do Brasil e tem um técnico que está no top 3 no Brasileirão. Acredito que será uma grande partida. E vamos dar o nosso máximo para sair de campo com os 3 pontos - finaliza Felipe Jonatan.

Últimas