Rádio diz que cláusula de rescisão de Messi não é válida no último ano de contrato

A 'Cadena Ser' informa que um juiz teria que decidir a indenização a ser paga pela quebra do vínculo

Lance

Lance

Lance

Messi e Barcelona devem travar uma briga na justiça. De acordo com a rádio "Cadena Ser", a cláusula de rescisão de 700 milhões de euros (cerca de R$ 4,5 bilhões) do argentino com o Barcelona deixou de ser válida quando o craque entrou no último ano de contrato.

Para quebrar o atual contrato, não seria mais necessário pagar o valor integral. Ao invés disso, um juiz deverá decidir o preço de indenização pela quebra do vínculo.

Messi já manifestou a vontade de sair do Barcelona à direção e procura uma rescisão amigável, que não deve ocorrer. O Manchester City é o favorito para contratá-lo.