Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Que vexame! Corinthians assiste Independiente del Valle, é derrotado e dá adeus à Libertadores

Equatorianos fazem mais uma vítima brasileira e assumem a liderança do grupo E ao bater o Timão por 3 a 0 em Quito

Futebol|

Lance
Lance Lance

E o Independiente del Valle fez mais uma vítima brasileira: o Corinthians. Após vencer o São Paulo na final da Sul-Americana do ano passado e bater o Flamengo na Recopa disputada no início desta temporada, os equatorianos fizeram 3 a 0 no Timão, garantiram a classificação às oitavas de final da Libertadores e, de quebra, eliminaram a equipe alvinegra da competição continental.

Em um primeiro tempo em que foi totalmente dominado, os corintianos viram o atacante Michael Hoyos marcar duas vezes na etapa inicial. E poderia ser mais, já que o clube do Equador teve, pelo menos, outras três chances claras de gols.

Na etapa final, o Timão acertou a marcação, mas, ainda assim, foi inoperante ofensivamente. E ainda teve tempo de sofrer o terceiro gol, marcado por um velho conhecido: Sornoza, meio-campista que vestiu a camisa alvinegra em 2019.

Com o resultado negativo, o Corinthians caiu para a quarta colocação do grupo E da Libertadores. Com esse resultado, além da eliminação na competição continental, o Time do Povo não conseguiria nem chegar à Copa Sul-Americana, o que reserva aos terceiros colocados de cada grupo.

Publicidade

BAILE DO DEL VALLE

Constrangedora. Esse é o adjetivo perfeito para se referir à atuação do Corinthians no primeiro tempo contra o Independiente del Valle, em Quito, nesta quarta-feira (7), pela Libertadores. E a equipe equatoriana, que não tem nada a ver com isso, aproveitou e passeou frente ao corintianos na etapa inicial. Foram dois gols marcados, ambos pelo atacante Michael Hoyos, mas poderiam ser mais, já que os mandantes tiveram, pelo menos, três grandes oportunidades desperdiçadas.

Publicidade

FRAGILIDADE DEFENSIVA DO TIMÃO

O lado esquerdo defensivo foi o grande problema corintiano no primeiro. Foi por lá, inclusive, que saíram os dois gols de Hoyos. E o presságio veio desde o início da partida, quando uma descida com liberdade por aquele setor resultou em uma bola cruzada para trás, encontrando Faravelli, que finalizou e viu Matheus Bidu salvar no meio do caminho. No rebote, Medina também levou perigo, mas chutou para fora, mas próximo ao gol de Cássio. E mesmo depois de balançar a rede duas vezes, o Independiente del Valle teve total liberdade pelo setor direito ofensivo. Em uma, Bidu tentou afastar e quase mandou contra o próprio patrimônio, mas parou em grande defesa do goleiro corintiano. Depois, Ortiz recebeu na entrada da pequena área e mandou para fora, mas com muito perigo.

Publicidade

LUXA ACERTA A MARCAÇÃO, MAS CORINTHIANS NÃO EXISTE NA CRIAÇÃO

Já no segundo tempo, o técnico corintiano Vanderlei Luxemburgo acertou a marcação pelo lado esquerdo, tirando Matheus Bidu e colocando Roni no lugar. O zagueiro Murillo passou a reforçar o setor canhoto. Ainda assim, o Timão não teve forças ofensivas. A primeira, e única, finalização ao gol da equipe alvinegra no jogo aconteceu aos 21 minutos do segundo tempo, com Róger Guedes, que parou em boa defesa do goleiro adversário. Os corintianos chegaram até marcar um gol, mas que foi anulado, pois Gil estava impedido quando desviou de cabeça após uma falta cobrada por Renato Augusto. Bruno Méndez foi o autor do tento irregular.

LEI DO EX É GOLPE DE MISERICÓRDIA DO DEL VALLE

E a última pá de cal na campanha do Corinthians na Libertadores de 2023 foi colocada justamente por um ex-jogador do clube: Sornoza. O meia, que já tinha dado a assistência para o primeiro gol, recebeu um bom passe de Lautaro Díaz, vindo pelo lado direito, e finalizou com enorme precisão, no canto alto direito do goleiro Cássio. A bola ainda beliscou a trave antes de entrar.

+ Não perca nenhum lance do Timão na Liberta. Assine o Star+ por apenas R$40,90 por mês e torça onde quiser!

FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU) 3 X 0 CORINTHIANS

LIBERTADORES - FASE DE GRUPOS - 5ª RODADA

Estádio: Estadio Banco Guayaquil, Quito, Equador

Data e hora: 7 de junho de 2023, às 19h (horário de Brasília)

Árbitro: Alexis Herrera (VEN)

​Auxiliares: Lubin Torrealba (VEN) e Antoni Garcia (VEN)

Árbitro de vídeo: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-FIFA/RJ)

Cartões amarelos: Landázuri, Pellerano e Sornoza (Independiente del Valle); Bruno Méndez, Roni e Biro (Corinthians)

Cartões vermelhos: 

GOLS: 1-0 Michael Hoyos (17'/1T); 2-0 Michael Hoyos (24'/1T); Sornoza (23'/2T)

INDEPENDIENTE DEL VALLE (EQU): Pinargote; Landázuri, Pellerano e Schunke; Fernández, Alcivar, Faravelli e Medina (Cortez, 26'/2T); Ortiz e Sornoza (Páez, 26'/2T); Hoyos (Lautaro Díaz, 18'/2T). Técnico: Martin Anselmi

CORINTHIANS: Cássio; Bruno Méndez (Caetano, 29'/2T), Gil e Murillo; Fagner, Maycon (Adson, 28'/2T), Fausto Vera, Renato Augusto (Biro, 28'/2T) e Matheus Bidu (Roni, intervalo); Róger Guedes (Pedro, 28'/2T) e Yuri Alberto. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.