Futebol PSG apoia Neymar após atacante acusar racismo de adversário

PSG apoia Neymar após atacante acusar racismo de adversário

Clube francês se colocou ao lado do brasileiro, que acusou Álvaro González, do Olympique de Marselha, de chamá-lo de 'macaco'. Liga francesa está investigando o caso

Lance
Lance

Lance

Lance

O Paris Saint-Germain se pronunciou oficialmente sobre o episódio envolvendo o atacante Neymar, que diz ter sido alvo de racismo na derrota parisiense para o Olympique de Marselha, no último domingo, pelo Campeonato Francês. Através de seu site oficial, a equipe da Cidade Luz ficou ao lado do camisa 10 e disse que "não há espaço para racismo na sociedade" (veja a nota abaixo).


Neymar acusou o zagueiro Álvaro González de injúria racial e disse que o defensor o chamou de "macaco filho da p...". O craque do PSG chegou a denunciar a ofensa ao árbitro. No fim da partida, o brasileiro foi expulso por dar um soco na cabeça do jogador adversário.

Segundo a rádio "RMC", a Liga de Futebol Profissional (LFP), que organiza o Campeonato Francês, abriu uma investigação sobre o caso. Se condenado, Álvaro González pode pegar até 10 jogos de suspensão.

VEJA O COMUNICADO DO PARIS SAINT-GERMAIN
"​O Paris Saint-Germain apoia fortemente Neymar Jr, que disse ter sido vítima de insultos racistas de um jogador adversário

O Clube lembra que não há espaço para o racismo na sociedade, no futebol ou em nossas vidas e conclama todos a se elevarem contra todas as suas manifestações pelo mundo.

Há mais de 15 anos, o Clube está fortemente empenhado na luta contra todas as formas de discriminação ao lado dos seus parceiros como SOS Racisme, Licra ou Sportitude.

O Paris Saint-Germain conta com a Comissão Disciplinar da LFP para investigar e lançar luz sobre estes fatos. O Clube está à sua disposição para colaborar no andamento das investigações."

Últimas