Futebol Preso em hotel de luxo no Paraguai, Ronaldinho conta vida na pandemia

Preso em hotel de luxo no Paraguai, Ronaldinho conta vida na pandemia

Brasileiro está em hotel do Barcelona e conversou com jornal espanhol. Campeão do mundo acredita que futebol será diferente pós-pandemia

Lance
Ronaldinho está em hotel de luxo desde o dia 6 de abril, em prisão domiciliar

Ronaldinho está em hotel de luxo desde o dia 6 de abril, em prisão domiciliar

AFP

Ronaldinho Gaúcho está em quarentena em um luxuoso hotel de propriedade do Barcelona, em Assunção. O brasileiro está na capital do Paraguai por conta da entrada no país com documentos adulterado. Em entrevista ao jornal espanhol “Mundo Deportivo”, desta terça-feira, o ex-jogador contou que está sendo bem tratado e revelou que mantém rotina de atividades físicas diárias, apesar dos dias serem longos.

"Aqui temos tudo bem ordenado, somos muito calmos e eles fazem de tudo para passar da maneira mais agradável possível. Faz sessenta dias que estamos aqui. Fazemos esportes e academia quase todos os dias. Temos uma academia onde podemos trabalhar e uma sala que foi adaptada para nós", contou o ex-atacante.

Devido à pandemia do coronavírus, o campeão do mundo acredita que o futebol não será como era antes da covid-19.

Barcelona é dono do hotel que Ronaldinho cumpre prisão domiciliar

Barcelona é dono do hotel que Ronaldinho cumpre prisão domiciliar

Divulgação Palmaroga Hotel

- Vivemos uma pandemia que nos faz pensar na próxima temporada. Não ter partidas por tanto tempo, imaginar estádios vazios e não ter a energia dos torcedores. Vamos ter de nos adaptar a essa nova normalidade. Falar sobre gestão de negócios não é para mim, mas o esforço deverá ser maior para manter os clubes nos mesmos níveis.

Para além dos problemas sanitários que o mundo está passando, Ronaldinho também comentou de sua relação com o Barça e guarda momentos inesquecíveis.

- Eu e o Barcelona estamos unidos para sempre. Será sempre minha segunda cidade. É o clube mais incrível e os torcedores vivem no fundo do meu coração. Minha história toda foi linda com o Barça. Foram muitos títulos e partidas mágicas.

O ex-jogador espera que a situação da pandemia na América do Sul melhore para que todos possam voltar a ter uma vida próxima do normal de forma gradual. Enquanto isso, o craque segue no Paraguai à disposição das autoridades do País para prestar esclarecimentos dos fatos que o levaram a prisão no país em março.

Curta a página do R7 Esportes no Facebook.

Sozinho, Flamengo fatura mais do que Corinthians e São Paulo juntos

Últimas