Futebol Presidente do Santos defende a paralisação do futebol

Presidente do Santos defende a paralisação do futebol

Andrés Rueda defende pausa nas competições pelo avanço da crise do coronavírus

Lance
Lance

Lance

Lance

Em meio ao agravamento da Pandemia do Coronavírus no Brasil, volta a ser discutida a paralisação do futebol ainda no início da temporada 2021. O presidente do Santos, Andrés Rueda, deu entrevista à Folha de São Paulo e se posicionou pela pausa nas competições.

> Confira a tabela atualizada do Campeonato Paulista

- O protocolo (do futebol) é coerente, mas, mesmo assim, a coisa foge do controle de uma maneira geral. E o futebol também tem que ter uma participação no sofrimento, isso dói, mas precisamos parar. Com dor no coração, a situação está nos assustando muito, estamos perdendo a sensibilidade, falamos de vidas que não têm sentido de serem perdidas. Qualquer medida para salvar uma vida vale. É uma opinião muito pessoal minha. O Santos cumpre todos os protocolos, mas praticamente todo o elenco já pegou. Seria mais prudente, embora doa na carne, entrarmos em um período de paralisação. Suspender o campeonato mesmo, embora as entidades tenham tomado um cuidado excelente - afirmou o dirigente,

Foram 1.840 óbitos nas últimas 24 horas, recorde durante toda a pandemia da Covid. Alguns estaduais pelo Brasil já estão paralisados, mas o Ministério Público enviará um documento à CBF recomendando a suspensão de todas as competições.

Em 2o2o, o futebol foi paralisado em março e voltou somente quatro meses depois. Curiosamente, o último jogo do Santos antes da parada foi um clássico contra o São Paulo, no Morumbi, num sábado, 19h. O confronto se repete neste sábado, no mesmo estádio e horário.

Últimas