Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Presidente do Real Madrid, Florentino Pérez quer retorno de Zidane, afirma jornal

Influência de francês no clube pode proporcionar evolução de jogadores e novas contratações

Futebol|Do R7

Lance
Lance Zidane foi campeão como jogador e treinador no Real Madrid (Foto: GABRIEL BOUYS / AFP)

O retorno do ídolo Zinedine Zidane ao Real Madrid pode estar próximo de acontecer, mas de forma diferente do que da última passagem. O presidente Florentino Pérez deseja que o ex-treinador volte ao clube em uma função diferente, desta vez como diretor esportivo, semelhante ao trabalho em 2011.

Sem clube desde 2021, quando deixou o cargo dos Merengues pela segunda vez para dar lugar ao então treinador Carlo Ancelotti, o francês não assumiu nenhum outro time, apesar das diversas propostas. Segundo o jornal espanhol 'As', a volta de Zidane se dá pela influência que o francês tem dentro do Madrid, visando a contratação de Mbappé e a evolução de jogadores mais jovens.

+ Real Madrid divulga novas fotos do Santiago Bernabéu: veja como está o andamento das obras

O jornal mostrou que o papel de Zidane pode seguir além da direção esportiva, com uma possível saída de Ancelotti em um futuro próximo. A recontratação também se passa pela estratégia de contar com o ídolo merengue na luta pela contratação de Kylian Mbappé, maior desejo recente do Real Madrid, visto que o ex-jogador tem influência sobre o camisa 7 do Paris Saint-Germain.

Publicidade

O Real Madrid conta com muitos jogadores jovens, como os franceses Camavinga e Tchouaméni, além da nova estrela Bellingham, Vinícius Júnior, Rodrygo e Brahim Díaz. A presença de um dos melhores jogadores da história do futebol pode proporcionar um maior desenvolvimento àqueles que um dia se inspiraram em 'Zizou'.

A volta de Zinedine ao Real Madrid aponta, também, outro ponto positivo. Em 2021, a saída marcou uma 'rusga' com o clube e o presidente. Na despedida, o francês revelou que o motivo se dava pelo fato do clube não dar a confiança que Zidane precisava. Dois anos depois, a relação parece ter voltado ao normal e o retorno pode estar próximo.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.