Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Presidente do Fluminense critica ação do Vasco em busca por partida no Maracanã: 'apenas tumultuar'

Mário Bittencourt acusou o rival de querer atrapalhar a gestão de Flamengo e Fluminense

Futebol|

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, foi firme ao criticar tentativa do Vasco em jogar novamente no Maracanã. Após negativa do Consórcio Maracanã, o Cruz-Maltino entrou na Justiça pelo direito de mandar a partida contra o Atlético-MG, no próximo dia 20, no estádio. Em entrevista ao GE, Mário disse que o objetivo do rival seria apenas "tumultuar".

+ Copo Stanley a partir de R$120,00. Bebida gelada nos 90' de jogo!

- O Rio de Janeiro tem outro estádio, mas, infelizmente, fica claro que o objetivo do Vasco é apenas o de tumultuar a nossa gestão do estádio - afirmou o presidente tricolor.

As maiores preocupações seriam as condições do gramado e uma possível punição da Conmebol. No dia anterior a partida (19), Fluminense e América-MG se enfrentam no Maracanã e dois jogos em sequência prejudicariam o estado do campo para a partida contra o Olímpia (PAR), na quinta-feira seguinte (24). Bittencourt fez apelo à Justiça e citou jogos decisivos nas próximas semanas.

Publicidade

- Esperamos que haja sensibilidade por parte do Poder Judiciário. Essa semana tem semifinal da Copa do Brasil, semana que vem tem quartas de final da Libertadores. Jogos decisivos pelos quais os clubes se preparam o ano inteiro. O gramado não pode estar ruim - disse Mário.

+ Seleção à vista? Nomes do Fluminense vivem expectativa por primeira lista de Fernando Diniz

Publicidade

É importante lembrar que a Conmebol abriu processo disciplinar contra o Flamengo no último dia 4, devido ao estado ruim do gramado do Maracanã, entre outros motivos. Caso o Rubro-Negro seja julgado culpado, a punição prevista é de multa. O estádio recebe a final da Libertadores no dia 4 de novembro e a entidade acompanha de perto a situação.

+ ANÁLISE: Fluminense sente falta de Ganso e segue sem vencer fora de casa há mais de três meses

Não é a primeira vez neste Brasileirão que o Vasco entra na Justiça pelo direito de mandar uma partida no Maraca. O clube conseguiu liberação e mandou o jogo contra o Palmeiras, pela segunda rodada do campeonato.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.