Futebol Presidente do Ceará diz que pai de Pablo vetou ida do atacante do São Paulo ao clube

Presidente do Ceará diz que pai de Pablo vetou ida do atacante do São Paulo ao clube

Robinson de Castro afirmou que estava com negociações adiantadas com o atacante, mas pai do jogador optou pela permanência do filho no São Paulo, onde tem contrato até 2023

Lance
Lance

Lance

Lance

O presidente do Ceará, Robinson de Castro, afirmou que o pai do atacante Pablo, do São Paulo, vetou a ida do filho para o Vozão. De acordo com o dirigente a negociação estava encaminhada, tanto com o Tricolor quanto com os representantes do atleta, mas o negócio não aconteceu.

- A gente fez uma proposta oficial para o jogador. O São Paulo tinha autorizado a negociação. Mas não evoluímos contato. O representante do atleta também aqueceu. Mas a conversa não evoluiu no momento em que o próprio pai do atleta considerou que não seria interessante ele sair do São Paulo. Que era melhor ficar - disse Robinson ao programa 'Central do Mercado', do 'GE'.

O presidente do Ceará, no entanto, não acredita que foi algo preconceituoso, mas sim uma tentativa de Pablo dar a volta por cima no São Paulo.

- Tanto o São Paulo como o representante do atleta achavam uma proposta boa, mas o pai do atleta, que participou das negociações, julgou que era melhor ele ficar. Para tentar buscar uma retomada. Não senti que foi algo preconceituoso - finalizou o mandatário.

Mesmo com a liberação do São Paulo para o acerto com o Ceará, o camisa 9 não se posicionou sobre sua decisão. A falta de retorno do atacante fez com que o presidente do clube cearense desistisse da contratação, partindo para um "plano B".

Em 2021, mesmo com todas as críticas por parte da torcida, o atacante foi o artilheiro do clube paulista, na temporada, marcando 13 vezes a favor do Tricolor de São Paulo.

Últimas