Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Presidente do Barcelona confirma presença na próxima edição da Champions League e comenta sobre 'Caso Negreira'

UEFA pode deixar clube de fora da competição por conta do escândalo de suposta compra de arbitragem

Futebol|

Os últimos anos do Barcelona têm sido marcados por uma reconstrução, principalmente, desde a saída de Lionel Messi, em 2021. Com baixo rendimento na Champions League e apenas um título da La Liga nos últimos quatro anos, o presidente do clube, Joan Laporta, em entrevista ao 'Mundo Deportivo', contou sobre uma conversa com o treinador Xavi, que garantiu que os 'culés' vão vencer a próxima edição.

- Acho melhor dizermos que estaremos no grupo de candidatos a ganhar a Liga dos Campeões. Xavi diz que iremos para a Liga dos Campeões e que será quase obrigatório reforçarmos a equipe com alguns jogadores. Ele está muito feliz com a equipe e seremos candidatos, mas se pudermos melhorar um pouco… Não vou contar o que ele me disse.

+ Federação Internacional atualiza top 50 de melhores times do mundo; ranking tem brasileiros

Apesar da classificação para a competição europeia, o Barcelona ainda corre risco de ficar de fora. Isso porque a UEFA pode julgar a participação como indevida por conta do escândalo do 'Caso Negreira', em que o clube catalão está sendo acusado de compra de arbitragem durante 2001 e 2018.

Publicidade

- Estamos mais calmos agora. A recomendação dos investigadores da UEFA leva à conclusão de que eles não podem nos condenar antes de nos julgar. Eles entendem que este deve ser o procedimento e deram conhecimento ao Comitê de Apelações da UEFA e todas as notícias levam ao fato de que vamos jogar a Liga dos Campeões, o que tem sido difícil. Houve momentos difíceis em que sofremos. Ir falar com Ceferin (Presidente da UEFA) em Ljubljana foi um passo importante para ele entender que não poderíamos ser condenados antes de serem julgados e que também não há corrupção arbitral no 'Caso Negreira' - disse Laporta.

- Se houver algo, deve ser investigado até o fim, mas são outras questões, não a corrupção da arbitragem. Temos a certeza que o Barça sairá ileso, porque não há nada. Eu disse a Ceferin (Presidente da UEFA) e ele entendeu. Assim tem sido, os investigadores concluíram que não deveria haver penalidade. Estou convencido de que o 'Caso Negreira' permanecerá em cada um. A bagunça instigante quis montar uma campanha de difamação, e digo isso tanto pelo meu palco quanto pelos presidentes que me seguiram. Nesse sentido, acho que quando algo custa muito, você consegue. Esta Liga dos Campeões custou-nos muito para jogar e talvez a tenhamos ganho - concluiu.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.