Futebol Premier League flexibiliza regra que impediu que a Brasil contasse com jogadores que atuam na Inglaterra

Premier League flexibiliza regra que impediu que a Brasil contasse com jogadores que atuam na Inglaterra

Na última convocação para a disputa das Eliminatórias da Copa do Mundo, Tite sofreu com a ausência de nove nomes convocados na lista original por conta de rigidez do Reino Unido

Lance
Lance

Lance

Lance

A Premier League flexibilizou a regra que impediu que o técnico Tite contasse com os jogadores que atuam na Inglaterra na última convocação da Seleção Brasileira para as Eliminatórias da Copa do Mundo. A mudança desobriga que os atletas que voltarem de países considerados na "zona vermelha" da Covid-19 tenham que passar por uma quarentena de 10 dias dentro de um hotel.

No entanto, os jogadores que decidirem atuar por suas seleções nestas chamadas "zonas vermelhas" terão que passar por um período de isolamento social em uma espécie de bolha dentro de seus clubes, mas por apenas cinco dias, segundo o "The Athletic".

> Veja a tabela das Eliminatórias

O plano foi desenhado pelo Departamento Digital de Cultura, Mídia e Esporte e repassado aos 20 clubes da Premier League. Caso haja um acordo, as equipes não devem sofrer no período de outubro, quando uma nova rodada tripla das Eliminatórias será realizada na América do Sul, com a ausência de seus atletas por um longo período.

No início deste mês de setembro, diversos clubes se recusaram a ceder seus jogadores por conta do período em que estes ficariam ausentes após retornarem de países da "zona vermelha". No entanto, as conversas já tiveram um pontapé inicial uma vez que em novembro também irá acontecer novas rodadas das Eliminatórias.

Últimas