Futebol Premiação de título feminino do Corinthians na Libertadores é 177 vezes menor do que masculino

Premiação de título feminino do Corinthians na Libertadores é 177 vezes menor do que masculino

Meninas do Timão ganharam 85 mi dólares pela conquista, enquanto vencedor de Palmeiras e Flamengo, neste sábado (27), embolsará 15 milhões de dólares

Lance
Lance

Lance

Lance

Campeãs da Libertadores na noite do último domingo (21), ao bater o Santa Fé, da Colômbia, por 2 a 0, em Montevidéu, no Uruguai, o time feminino do Corinthians arrecadou 85 mil dólares com a conquista (R$ 475,5 milhões na cotação atual). O valor é 177 vezes inferior a que Palmeiras ou Flamengo, que decidirão a categoria masculina da competição no próximo sábado (27), embolsará.

Além disso, a premiação é a mesma que as Brabas receberam na última conquista do torneio, em 2019. O valor não foi alterado nas três temporadas mais recentes - em 2020, a Ferroviária, de Araraquara, foi a campeã.

O título continental corintiano foi o terceiro do clube, que se juntou ao São José como maior vencedor do torneio.

A primeira vez que as meninas do Timão foram campeãs foi em 2017, quando o clube ainda era gerido em parceria com o Audax, franquia de Osasco.

Desde 2017, o Corinthians levanta pelo menos uma taça por ano no futebol feminino, mas todas as premiações somadas dão aproximadamente R$ 1,5 milhões, cerca de 16,5 vezes menor que a somente a temporada de 2020 do time masculino corintiano, que não conquistou um título sequer.

As Brabas tem a possibilidade de conquistar a tríplice corora nesta temporada. Antes de vencer a Libertadores, as comandadas do técnico Arthur Elias, que está no clube desde o início do processo de inserção no futebol feminino, também se sagraram campeão brasileiras, no fim de setembro, ao bater o Palmeiras na decisão, e estão classificadas à final do Paulista contra o São Paulo.

A inferioridade dos valores das competições femininas em relação às masculinas são justificadas com o apelo publicitário e tempo de investimento, mas os números também escancaram uma necessidade de incentivo financeiro à categoria por meio dos órgãos competentes.

Últimas