Porto: Marega não cobra pênalti, fica irado e se desculpa pela atitude

Atacante faz um gol no 3 a 1 do Porto sobre o Tondela (está a um ponto do título), mas discute com companheiros e isola a bola quando técnico não o autoriza bater a penalidade 

Lance

Lance

Lance

O Porto venceu o Tondela, por 3 a 1, nesta quinta-feira, resultado que, com o empate em 1 a 1 do Benfica com o Famalicão, coloca o time a um ponto do caneco.

Mas o fator mais destacado foi um ato protagonizado por Marega. Quando o jogo estava 2 a 1, já nos acréscimos, o atacante (que fizera o segundo gol portista) sofreu um pênalti. Ele pegou a bola para cobrar a penalidade. Entretanto o treinador Sérgio Conceição do banco, mandou avisar que queria que o garoto Fabio Vieira cobrasse o tiro livre. Marega ficou irritadíssimo, pegou a bola que já estava na marca do pênalti e a isolou para a lateral. Pela atitude, levou cartão amarelo.


O africano foi o único que não comemorou o tento marcado pela revelação de 20 anos e que definiu o resultado, ainda bateu boca com o companheiro Danilo.

E mais: quando o jogo acabou e todo o time festejava o resultado que praticamente garantia o título, Marega deixava o gramado sem falar com ninguém e foi para o vestiário.

Quando o elenco portista passou pelo corredor rumo ao ônibus que levou a equipe de volta para a cidade do Porto, Marega não deu entrevistas. Porém, o treinador Conceição disse que tudo não passou de um momento de sangue quente do jogados nascido no Mali e colocou panos quentes.

- Tudo foi prontamente resolvido no vestiário - disse.

Mais tarde, em suas redes sociais, Marega, conhecido pelo sangue quente, disse que cometeu um erro e que espera que isso não resulte em alguma crise nesse momento que o time está perto do seu caneco 29.

- Desculpem pelo meu comportamento! Agora falta uma vitória para ser campeão - disse o africano nas redes sociais.