Futebol Porta-voz prevê conclusão do negócio da Botafogo SAF com John Textor em até 60 dias

Porta-voz prevê conclusão do negócio da Botafogo SAF com John Textor em até 60 dias

Em entrevista ao site oficial do Botafogo, advogado André Chame explica detalhes da SAF e espera final feliz com a Eagle Holdings, de John Textor, em dois meses

Lance
Lance

Lance

Lance

O ano de 2021 termina com esperança para o torcedor do Botafogo. Com um pré-contrato assinado pela compra da SAF, o Alvinegro chega em 2022 com a expectativa de um aporte financeiro e uma nova organização com John Textor, empresário americano que está interessado em investir no clube.

+ André Chame afirma que John Textor se impressionou com a torcida do Botafogo e quer 'retribuir o carinho'

André Chame, porta-voz oficial das negociações entre Botafogo e Textor, explicou, em entrevista ao site oficial do clube nesta sexta-feira, como o acordo com o americano, que também possui ações no Crystal Palace, foi feito.

– Após um ano de gestão do Presidente Durcesio e nove meses após a chegada do CEO Jorge Braga, recebemos uma oferta, ainda não vinculante, do Sr. John Textor, interessado em adquirir 90% das ações da Botafogo SAF, ficando os restantes 10% sob titularidade da associação. Uma oferta não vinculante é aquela que, em um primeiro momento, não obriga nenhuma das partes a concluir a negociação. Mas fiquem tranquilos, é normal que em operações desta natureza, a primeira oferta seja não vinculante. É importante destacar que, para chegarmos a esta proposta, o Botafogo passou por todas as etapas, com o melhor padrão de excelência mundial, visando estabelecer as premissas da negociação. Foram mapeados e quantificados todos os passivos do clube, foram realizadas as projeções financeiras, o chamado bussiness plan, o que demandou dezenas de horas de trabalho de vários especialistas nas suas respectivas áreas. Todo o processo foi conduzido com absoluto zelo e responsabilidade, sob liderança do Presidente Durcesio e do CEO Jorge Braga. A etapa seguinte foi a contratação da XP como consultora exclusiva para a busca de investidores para o projeto. Uma vez recebida a oferta não vinculante, o Botafogo devolveu a mesma, inserindo demandas em prol do melhor interesse do futebol do clube e sua torcida - afirmou.

+ Botafogo está perto de contratar dupla ex-Goiás: saiba as contratações, saídas e sondagens do clube

O advogado prevê que esse período de transição para com o pré-contrato vire um vínculo fixo em até dois meses. Chame já afirmou que John Textor ficou animado com a torcida do Botafogo.

– Estimamos que todo o processo seja concluído ao final do prazo de sessenta dias, o que é um tempo considerado curto para operações deste porte e complexidade. Desta forma, sei que todos temos uma grande ansiedade relacionada ao tema, mas peço ao torcedor que tenha paciência caso sejam necessárias dilações destes prazos.

O Conselho Deliberativo do Botafogo também terá parte no que diz respeito à aprovação da SAF. Por estatuto, essa mudança deve passar pelos conselheiros, como André explica.

– Após o recebimento da oferta vinculante, os principais tópicos da mesma serão levados ao Conselho Fiscal, para fins de parecer e, após, ao Conselho Deliberativo do Botafogo e à Assembleia Geral, para que seus conselheiros e sócios possam decidir pela aprovação ou não da operação de venda das ações da SAF. Esta etapa deve ocorrer ao fim da primeira quinzena de janeiro - disse.

Últimas