Por volta do futebol, federação do Qatar banca hotel para jogadores e libera treinos no ar-condicionado

Com a intenção de finalizar liga nacional, entidade isolará comissões técnicas em hotéis cinco estrelas, monitorará saúde dos atletas com aplicativo e adota medidas rígidas

Lance

Lance

Lance

Enquanto as organizações de saúde ainda buscam uma solução em relação a uma possível vacina, o Qatar tenta driblar o coronavírus. A federação do país que vai sediar a próxima Copa do Mundo adotou medidas severas para garantir a segurança dos jogadores e membros da comissão técnica e, consequentemente, a garantia do retorno das atividades profissionais no local.

O retorno dos jogos é um desejo antigo da federação qatari. As organizações tentaram emplacar a volta dos treinamentos em duas oportunidades, mas a curva de casos de COVID-19 apenas aumentou no país nas últimas semanas e, por isto, a ideia foi colocada de lado. A última vez que os times foram ao gramado no país foi na metade de maio.

A solução, agora, foi mais incisiva. A federação de futebol do Qatar vai colocar as 12 equipes da primeira divisão em três hotéis cinco estrelas diferentes - quatro times em cada -, com a intenção de isolar completamente os jogadores e os membros da comissão técnica. As pessoas precisam se apresentar ao local na próxima segunda-feira e ficarão até 25 de agosto. A entidade do país proibiu a entrada de familiares.

Faltam cinco rodadas para o término do Campeonato Qatari, que será reiniciado no dia 24 de julho. As delegações entrarão nos hotéis com quase um mês antes das partidas começarem para ter tempo hábil da realização de exames de coronavírus e do isolamento social ter efeito.

Estádio Cidade da Educação - Qatar

Estádio Cidade da Educação - Qatar

Lance

Estádio Cidade da Educação será um dos palcos do retorno do futebol no país da próxima Copa do Mundo (Foto: Divulgação)

No país, as diretorias dos clubes não concordaram com o fato do elenco e membros da comissão técnica ficarem mais de dois meses isolados em um hotel. Existe uma pressão as equipes do Qatar para que este período de isolamento total seja diminuído, mas, até agora, ainda não há nenhuma confirmação da federação.

Haverá isolamento até mesmo dentro do próprio hotel. Cada membro da delegação terá o próprio quarto e só poderá sair de lá para os treinamentos. Enquanto ficar dentro do local, ficará sozinho e receberá almoço e jantar em serviço de room service, para evitar que as refeições sejam realizadas em um grande número de pessoas. Todos os quartos, obviamente, terão banheiros e serviço de televisão.

Como é verão no Qatar, as temperaturas pela manhã e início da tarde podem alcançar até 45 graus. Por isto, a federação permitiu que os treinos das equipes sejam realizados nos estádios da próxima Copa do Mundo, que possuem ar-condicionado acoplado. Além disso, também haverão atividades depois das sete horas da noite, quando a temperatura fica mais acessível.

MONITORAMENTO DOS ATLETAS
​O governo do Qatar criou um aplicativo para monitorar as pessoas do país em relação ao estado de saúde com o coronavírus. Após realizarem testes diários, o programa pode classificar o indivíduo em quatro cores: verde (nenhum risco/sintoma de COVID-19), laranja (entrou no processo de quarentena), cinza (suspeito ou foi exposto a uma pessoa que foi contaminada) e vermelha (está com o coronavírus).

Todas as pessoas que estiverem dentro dos hotéis terão o status laranja no aplicativo - mesmo que os exames de coronavírus estejam perfeitos. Se elas forem pegas fora do local sem motivo, terão duas opções: pagamento de multa de 40 mil dólares (R$ 201.468,00, na cotação atual) ou três anos de prisão. A federação entende que apenas com medidas rígidas que as regras serão cumpridas.

Os membros da delegação de todas as equipes terão acompanhamento de exames semanal. Os treinos acontecerão em horários pré-definidos para evitar aglomeração de duas equipes em locais semelhantes ao mesmo tempo.

A FIFA gostou da atitude tomada pela federação do Qatar em relação ao retorno do futebol. A pressão no país que vai sediar a próxima Copa do Mundo era grande e a entidade saiu com um resposta positiva da entidade máxima do futebol mundial com as atitudes de isolamento social em um local específico.

SITUAÇÃO DO CAMPEONATO
Como os principais estádios do país - que vão sediar a próxima Copa do Mundo - são próximos um do outro, a distância das arenas não será um problema em relação ao isolamento dos hotéis. Atualmente, o líder do Campeonato Qatari é o Al Duhail, com 42 pontos, seguido pelo Al-Rayyan, com 38. Na luta contra o rebaixamento, Umm-Salal e Al-Shahania ocupam a degola.

Com 17 partidas disputadas até a paralisação por conta do coronavírus, faltam cinco rodadas para o término da competição. As datas previstas pela federação indicam que o retorno será no dia 24 de julho, com a finalização em 22 de agosto. Por rodada, três partidas serão realizadas por dia, sempre às sextas-feiras e aos sábados.