Por problema de saúde, Valdir Espinosa vai se afastar do Botafogo

Gerente técnico de futebol do Glorioso vai passar por cirurgia no Rio de Janeiro, na próxima segunda-feira e ficará ausente das funções no clube por prazo indeterminado

Lance

Lance

Lance

Diagnosticado com um problema de saúde, o gerente de futebol do Botafogo Valdir Espinosa vai se afastar do cargo por prazo indeterminado. O dirigente vai passar por uma cirurgia na próxima segunda-feira, no Rio de Janeiro. Nesta sexta, ele esteve no Estádio Nilton Santos para se despedir do elenco e do treinador Paulo Autuori. Emocionado, recebeu aplausos e o reconhecimento do grupo.

Espinosa foi contratado em dezembro para ocupar a função de gerente técnico, antes exercida por Anderson Barros. O Botafogo apostou nos 40 anos de carreira e 29 clubes no currículo do ex-treinador para ajudar na transição do futebol para o modelo empresarial.

O dirigente revelou aos jornalistas que acompanhavam o treino que tem sentido dores no abdômen. Durante o fim de semana, Espinosa vai se preparar para o procedimento cirúrgico. Não há prazo para que ele retorne às atividades, após a recuperação.

A identificação com o Glorioso vem de longa data. Valdir Espinosa foi o comandante no título de Campeão Carioca, em 1989, que encerrou um jejum de 21 anos sem troféus do Alvinegro. O último trabalho, antes do Alvinegro, foi como gerente de futebol do Grêmio entre 2016 e 2017, período em que o Tricolor conquistou os títulos de Copa do Brasil e Libertadores, sob o comando do técnico Renato Gaúcho.