Ponte Preta se aproveita de erros do Corinthians e vence em Campinas

Macaca marcou duas vezes em dois minutos após falhas na saída de bola do Timão e venceu por 2 a 1, no Moisés Lucarelli. Boselli descontou

Corinthians teve muita dificuldade contra Ponte

Corinthians teve muita dificuldade contra Ponte

Lance

Com dois gols em dois minutos, a Ponte Preta garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, nesta quinta-feira, no Moisés Lucarelli. Bruno Reis e Roger se aproveitaram de erros na saída de bola do Timão e marcaram para a Macaca, enquanto Boselli descontou para o time visitante.

Com a derrota, o Corinthians parou nos quatro pontos e caiu para a segunda colocação do Grupo D do Campeonato Paulista. No Grupo A, a Ponte também é a segunda colocada, mas com seis pontos. No próximo domingo, o Timão tem o clássico contra o Santos, às 11h, em Itaquera. No dia seguinte, às 17h, a Macaca encara a Inter de Limeira.

Timão começa bem
O Corinthians até começou melhor na partida em Campinas e conseguiu três finalizações com menos de 15 minutos - duas com Boselli e uma com Richard. Mas, depois, quem passou a mandar no jogo e ter as melhores chances foi a Ponte Preta. Ainda mais depois da saída de Ramiro, que saiu aos prantos, com muitas dores no joelho direito, aos 19.

Erros individuais decidem
Já melhor na partida, a Ponte contou com erros de saída de bola do Corinthians para marcar no fim do primeiro tempo. Aos 39, Madson, que entrou no lugar de Ramiro, errou uma tentativa de lançamento e a bola ficou bom Bruno Reis. O volante invadiu a área, driblou Cássio e abriu o placar com um belo gol. Um minuto depois, foi a vez de Richard perder uma bola próximo da área de defesa do Timão. O volante foi desarmado por Bruno Reis, que tocou para João Paulo. O meio-campista passou para Roger, que só empurrou pra o gol, fazendo 2 a 0 para a Macaca.

Se não bastassem os erros no setor defensivo, o Corinthians também pecou na frente. Aos 43, Madson invadiu a área e caiu sozinho. O árbitro Thiago Duarte Peixoto viu falta e marcou o pênalti. Luan foi para a cobrança, mas o goleiro Ygor Vinhas defendeu.

Cantillo entra bem
Regularizado nesta quinta-feira, Cantillo entrou no intervalo e mudou o time do Corinthians. Com boa saída de bola e bons lançamentos, o colombiano fez o Timão melhorar no segundo tempo. E o meio-campista ainda começou a jogada do gol de desconto do Timão. Aos seis, ele lançou para Janderson, que cruzou rasteiro, na medida para Boselli escorar para marcar o seu quarto gol no Paulistão e descontar o placar para 2 a 1.

Cantillo ainda arriscou um chute de fora da área e deu um bom passe para Madson finalizar aos 35, mas o goleiro da Ponte fez uma grande defesa. Não foi o suficiente para o Timão buscar o empate e a Ponte segurou a vitória até o fim.

PONTE PRETA 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data-Hora: 30 de janeiro de 2020, às 21h30
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Público/Renda: 4.037 pagante/4.338 presentes/R$ 119.910,00
Cartão amarelo: Roger, Cléber Reis, Guilherme Lazaroni e Jeferson (PON), Cantillo (COR)

Gols: Bruno Reis, 39'/1ºT (1-0), Roger, 40'/1ºT (2-0), Boselli, 6'/2ºT (2-1)

PONTE PRETA: Ygor Vinhas; Jeferson, Henrique Trevisan, Cléber Reis e Guilherme Lazaroni; Bruno Reis, Dawhan e João Paulo (Danrley, 31'/2ºT); Bruno Rodrigues (Felipe Saraiva, 42'/2ºT), Apodi (Mateus Anderson, 19'/2ºT) e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, Pedro Henrique, Sidcley; Camacho, Richard (Cantillo, Intervalo), Ramiro (Madson, 19'/1ºT) e Luan; Janderson (Everaldo, 18'/2ºT) e Boselli. Técnico: Tiago Nunes.

Bravos até quando vencem: confira mascotes “pistolas” dos clubes