Futebol Polícia instaura inquérito para investigar violência sofrida por Diego Tardelli

Polícia instaura inquérito para investigar violência sofrida por Diego Tardelli

Atacante foi ameaçado e teve o carro chutado após eliminação do Santos na Copa do Brasil

Lance
Lance

Lance

Lance

O 2º Distrito Policial de Santos abriu inquérito para apurar os ataques sofridos pelo atacante Diego Tardelli após a eliminação do Santos para o Athletico-PR nas quartas de final da Copa do Brasil.

O delegado de Polícia Osvaldo Nico Gonçalves, membro do Conselho Fiscal do Santos, conversou com o LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE sobre as recentes ações da Polícia para investigação do caso.

- O caso foi registrado no 2º DP de Santos. Temos o inquérito policial instaurado, o Doutor Barazal está cuidando. Estamos atrás de câmeras para identificá-los - comentou.

Em suas redes sociais, Tardelli relatou ter sido parado por torcedores em um semáforo, teve o carro chutado pelos torcedores e contou com a ajuda de policiais para chegar ao hotel em que está hospedado em Santos.

- Sobre o episódio ocorrido durante a madrugada com o jogador Tardelli e com outros membros do elenco, com ameaças, perseguições, emboscadas e atos de depredação, o Santos FC repudia veementemente a atitude de vândalos travestidos de torcedores e ressalta que dará todo o apoio para que as medidas legais sejam adotadas para o reconhecimento e a punição dos agressores. O Clube não reconhece essas pessoas como torcedores e sim como bandidos. A torcida tem o direito de protestar sobre os resultados, desde que de forma civilizada - disse o Santos em nota.

Últimas