Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Pedro e Gabigol somam quase 50% dos gols do Flamengo no ano e rivalidade é vivida somente na arquibancada

Dupla soma 267 gols com a camisa do Rubro-Negro

Futebol|

Lance
Lance Lance (Lance)

Na grande vitória do Flamengo na temporada sobre o Boavista, Pedro foi vaiado ao ser substituído para a entrada de Gabigol. Mesmo com o centroavante sendo o vice-artilheiro do Campeonato Carioca.

Na temporada, a dupla marcou oito dos 18 gols do Rubro-Negro no estadual, o que representa 44,4% dos tentos do clube na temporada. E os números poderiam ser maiores caso ambos os jogadores não tivesses desperdiçados pênaltis em 2024.

➡️ Tudo sobre o Mengão agora no WhatsApp. Siga o nosso canal Lance! Flamengo

É possível entender o carinho dos torcedores por Gabigol, uma vez que o camisa 10 marcou os gols dos títulos das duas últimas Libertadores do clube. Mas Pedro vive um grande momento e Tite explicou o motivo do camisa nove ser titular.

- O que eles têm que ter é uma concorrência leal, colocar a equipe acima de qualquer coisa. Quando cheguei, fazia um tempo que eles não faziam (gol de bola rolando). Falamos que daríamos condições de fazer gols com bola em movimento. Dei continuidade ao Pedro, pois ele já estava jogando, mas são dois grandes jogadores. Eles têm uma relação de trabalho e conjunto que são mais importantes do que a individualidade.

Embora o clima de pressão vindo das arquibancadas após Pedro ter perdido um pênalti, o atacante comentou sobre seu momento. O atleta rechaçou qualquer rivalidade com Gabigol e reconheceu que não teve uma noite feliz contra o Boavista, embora tenha balançado as redes uma vez.

- Em relação ao Gabi, a gente sempre se deu muito bem. Conquistamos grandes coisas juntos. Criaram essa rivalidade, mas a gente sempre se deu muito bem dentro e fora de campo. É o Flamengo que ganha com isso. Tem que estar cada um no seu melhor nível. Eu sei que não foi a minha melhor noite. Se eu tivesse na minha melhor noite faria três, quatro gols.

Fato é que Gabigol e Pedro são os dois maiores artilheiros do Flamengo no século com 156 e 111 gols, respectivamente. Enquanto o camisa 10 é o sexto principal goleador na história do clube, o centroavante titular está próximo de entrar no Top 10. E quem ganha com os dois é o Mais Querido.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.