Futebol Pedrinho garante não ter recebido propostas: 'Foco é no Corinthians'

Pedrinho garante não ter recebido propostas: 'Foco é no Corinthians'

Jogador tem recebido sondagens de clubes europeus, mas afirma não iniciado conversar com nenhum outro clube e faz questão de reafirmar bom momento

Mercado da Bola

Pedrinho vive sua melhor fase com a camisa do Corinthians

Pedrinho vive sua melhor fase com a camisa do Corinthians

Lance

Revelação da base do Corinthians, o meia-atacante Pedrinho é constantemente alvo de clubes europeus. Borussia Dortmund, Atlético de Madrid e até mesmo o Grêmio já surgiram como oportunidades para o garoto, de apenas 21 anos. Apesar das sondagens, o jogador garante que não recebeu propostas concretas e que seu foco está no Timão.

"Sinceramente, não recebi proposta. Não fiquei sabendo de nada. Foram apenas sondagens. O tempo em que eu ficar no Corinthians vou fazer o meu máximo. Tenho certeza que vou ficar muito tempo aqui", confessou o jogador, titular absoluto do time comandado pelo técnico Fábio Carille.

Apesar de não esconder o desejo de um dia brilhar nos gramados da Europa, Pedrinho faz questão de demonstrar sua gratidão ao Corinthians. O meia-atacante chegou ao clube do Parque São Jorge no início da adolescência e está no elenco profissional desde 2017, quando fez parte do elenco que conquistou o Campeonato Brasileiro daquela temporada.

Hoje, Pedrinho vive seu melhor momento pelo Timão. Além de ser titular, é o principal construtor das jogadas ofensivas da equipe. As boas atuações lhe renderam a convocação para a seleção brasileira olímpica, que venceu o Torneio de Toulon em junho deste ano.

"Todo jogador sonha em jogar um dia na Europa. Se eu ficar aqui no Corinthians, não tem problema algum. Sou apaixonado pelo Corinthians, pela torcida. Tento ao máximo retribuir o que o Corinthians e a torcida fazem por mim", finalizou o meia-atacante do Timão.

No próximo sábado, às 17h, o Corinthians mede forças com o Botafogo em Itaquera pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Mais uma vez, Pedrinho será titular do Alvinegro.

Confira outros trechos da entrevista:

Sobre evolução pessoal
Sempre tive na minha cabeça isso. Venho trabalhando cada dia mais para ajudar o Corinthians. Esse tem sido um ano muito bom pra mim. Creio que tenho que estar sempre evoluindo, melhorando. Em relação às sondagens deixo na mão do meu empresário, estou focado no Corinthians.

Identificação com o clube e a rápida adaptação ao time profissional
Desde a categoria de base, o jogador já entende a importância de jogar no Corinthians. Na base, já tem muito acompanhamento da torcida. Eles vão em peso. Acho que por isso que a adaptação veio mais rápido. Os jogadores não chegam com medo, chegam com vontade de jogar. Não tem pressão porque estamos acostumados com a presença da torcida.

Importância da ida ao Torneio de Toulon
Alguns clubes não estavam liberando alguns jogadores e conversei com o Vital que seria importante irmos para o torneio. Fizemos um grande campeonato lá, fomos campeões com grandes atuações. Ajudou bastante. Foi crucial ter ido para a Seleção porque voltei bem para o Corinthians. Isso me deu mais confiança.

Críticas passadas de Carille e a atual relação com o treinador
Ele pode me criticar. Independente do que ele falou sempre coloquei na minha cabeça que sou capaz de jogar no Corinthians. Tentei colocar isso na minha cabeça, de evoluir cada dia mais. Venho tendo a confiança dele e tento dar o máximo aqui no Corinthians.

O baixo número de gols do Corinthians na temporada
Não é de hoje o estilo que o Corinthians. Muitas vezes isso acaba descompensando na parte ofensiva. Nós evoluímos depois da Copa América. Acho que é por conta do estilo de jogo do Corinthians. Isso vem do passado. Os números se baseiam nisso.

Possibilidade de Walter e Caíque jogarem
São dois grandes goleiros. O Caíque também é um goleiro espetacular. Temos segurança em todos. Temos o Walter e o Caíque que podem dar conta do recado tranquilamente. Temos confiança neles.

Empates contra Flamengo, Palmeiras e Internacional
Foram jogos diferentes. Contra o Flamengo tomamos um gol em um momento que estávamos bem. Poderíamos ter vencido aquele jogo. Contra o Palmeiras tomamos o gol no início do segundo tempo. É mais detalhe. Estamos sempre buscando a vitória, mas creio que tenha acontecido no detalhe. Isso acabou nos atrapalhando.

Melhora pós Copa América
O treinamento acaba nos ajudando bastante. O Carille falou que seria um tempo importante e ele cumpriu com a palavra dele. Quando a gente costuma vencer, a gente não quer perder isso. Não tem alguém egoísta. Todos querem crescer juntos.

Treino na Arena Corinthians
Pelo fato de ter muitos jogadores novos. Nem sempre eles têm muitos minutos. O campo do Corinthians é muito bom, muito rápido. Isso acaba prejudicando os mais novos. Eles pediram e a comissão técnica entendeu isso. Vamos fazer esse treino lá.

Importância da Arena Corinthians para o elenco
É um lugar espetacular para nós, principalmente pela torcida. Eles vibram mais quando a gente toma um gol do que quando a gente faz. Isso arrepia. É um fator a mais. Eles são um jogador a mais dentro de campo. Eles falam que são um torcida 'que não para de lutar'. É uma torcida fiel. Temos que saber usufruir disso para conquistarmos os pontos dentro de casa.

Provocações e até agressão: 7 polêmicas de Felipe Melo na carreira