Futebol Payet se recusa a reduzir salários: 'Tenho compromissos financeiros'

Payet se recusa a reduzir salários: 'Tenho compromissos financeiros'

Jogador pode ser vendido pelo Olympique de Marseille no final da temporada

Lance
Lance

Lance

Lance

Dimitri Payet não quer reduzir seu salário durante a pandemia do coronavírus. O meio-campista do Olympique de Marseille rejeitou a proposta do clube de reduzir os salários de seus jogadores mais caros entre 40% e 50%.

- Todo mundo teve sua opinião sobre esse assunto. Minha posição era clara e evidente. O jogador que eu sou também é um homem de família. Como todo mundo, tenho despesas financeiras significativas a cumprir e compromissos a cumprir. Meu papel é defender meus interesses e os da minha família, mas sem pôr em risco o clube, todo mundo sabe o quanto estou perto do time - disse ao "Le Journal de l'ile de La Reunion".

Segundo o "L'Équipe", o Olympique de Marseille deve vender o jogador na próxima janela por 60 milhões de euros (cerca de R$ 361 milhões) para equilibrar suas contas. Durante a crise do coronavírus, o UNFP (União dos Jogadores Franceses) anunciou que havia chegado a um acordo para os jogadores baixarem seu salário com base na renda, mas ainda não o fez.

Últimas