Futebol Parma aumenta oferta ao Fluminense por Marcos Paulo e pode atravessar negócio do Atlético de Madrid

Parma aumenta oferta ao Fluminense por Marcos Paulo e pode atravessar negócio do Atlético de Madrid

Jogador já tinha acertado detalhes de salário com o clube espanhol e estafe conversa apenas uma recompensa financeira ao Tricolor

Lance
Lance

Lance

Lance

O Parma, da Itália, pode atravessar o acerto entre Atlético de Madrid e Marcos Paulo, do Fluminense. O clube italiano está determinado e aumentou a oferta inicial de 500 mil para 1 milhão de euros (cerca de R$ 6,4 milhões na cotação atual) para ter o atleta imediatamente. Além disso, o clube ainda oferece ao Tricolor 15% em cima de uma futura venda do atacante, algo visto como de suma importância para o Flu, que, caso lucre, será por bem menos do que esperava.

> John Kennedy é o 22º jogador da base utilizado pelo Fluminense na temporada; veja lista

A informação foi dada inicialmente pelo "ge". O estafe do jogador já havia se acertado com o Atlético de Madrid, destino que agrada Marcos Paulo, mas ainda negociava uma recompensa financeira ao Fluminense. O vínculo de Marcos Paulo com o Flu se encerra no fim de junho. Por isso, desde o dia 1º de janeiro, o atacante já pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe, saindo de graça em julho.

VEJA E SIMULE A TABELA DO BRASILEIRÃO

O atacante ficou fora das últimas partidas do Fluminense por conta de uma entorse no dedão do pé direito. Ele voltou aos treinos antes da última rodada, contra o Sport, mas sentiu novas dores e só retornou na última terça-feira. Por isso, não foi relacionado para o empate por 3 a 3 com o Coritiba, pela 30ª rodada do Brasileirão. Caso se concretize a saída imediata, Marcos Paulo tem grandes chances de não vestir novamente a camisa do Fluminense.

A mudança para a Europa é um desejo antigo de Marcos Paulo, que tem passaporte português e já atuou pelas seleções de base do país. O Fluminense via o atacante como uma possibilidade de ser a maior venda da história do clube, batendo o recorde da venda de Gerson à Roma (ITA), em 2015, por 17 milhões de euros. O Tricolor já recusou propostas da Roma e do Olympique de Marselha (FRA) pelo atleta, que quase fechou com o Torino (ITA) na última janela.

Marcos Paulo assinou o primeiro contrato profissional em julho de 2018, quando estava no Sub-17, durante a gestão de Pedro Abad. O vínculo era válido por dois anos. Com o assédio de clubes do exterior, o Fluminense aumentou o contrato para três anos, além de dar um reajuste salarial. Ou seja, até junho de 2021. Três anos é o máximo de tempo permitido pela Fifa para jogadores entre 16 e 18 anos.

Quando completou 18 anos, em fevereiro em 2019, Marcos Paulo foi para os profissionais. Naquela época, ele já podia assinar um contrato de cinco anos com o clube, mas não houve conversas por parte de Abad. A primeira proposta de renovação foi em junho de 2020, por Mário Bittencourt, mas as conversas não tiveram sucesso.

Últimas