Futebol Pai de Messi diz que La Liga é 'parcial' e defende direito do craque em romper contrato com o Barcelona

Pai de Messi diz que La Liga é 'parcial' e defende direito do craque em romper contrato com o Barcelona

Imprensa espanhola esperava que Messi se posicionasse publicamente sobre seu desejo de deixar o Barcelona, mas foi seu pai quem se manifestou

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta sexta-feira, Jorge Messi, pai de Lionel Messi, emitiu um comunicado oficial para responder a La Liga. O agente acusou a entidade de ser 'parcial' e defendeu o direito de seu filho romper contrato com o Barcelona sem custos.

A imprensa espanhola esperava que Messi se posicionasse publicamente sobre seu desejo de deixar o Barcelona, mas foi seu pai que se manifestou. O craque segue em silêncio.

A nota foi endereçada ao presidente da liga, Javier Tebas, que saiu em defesa do Barcelona, indicando que o contrato de Messi está em vigor, e que uma rescisão só poderia ocorrer mediante pagamento de multa rescisória de 700 milhões de euros (R$ 4,5 bilhões).

No comunicado, Jorge Messi fala em uma 'óbvia parcialidade' que a entidade representa, defendendo os interesses de seus associados.

- Esta indenização não será aplicada quando a rescisão do contrato por decisão unilateral do jogador tenha efeito a partir do fim da temporada esportiva 2019/20. Sem contar outros direitos que estão no contrato e que vocês omitem, é óbvio que a indenização de 700 milhões de euros, previstas na cláusula prévia, não se aplica em absoluto - finalizou Jorge Messi.


Confira o comunicado publicado na íntegra pelo jornal 'AS'

Últimas