Futebol Pai de alvo do Santos é político e braço direito de Maduro na Venezuela

Pai de alvo do Santos é político e braço direito de Maduro na Venezuela

Rafael Lacava, pai de Matías Lacava, é um personagem polêmico em seu país

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos está em vias de anunciar a contratação do meia-atacante Matías Lacava, do Puerto Cabello. O jogador ficou de fora da partida contra o Carabobo, pelo Campeonato Venezuelano, nesta quinta-feira, por conta da negociação avançada com o Peixe.

Chamado de “Messi Venezuelano”, o jogador acumula passagens por Barcelona (ESP), Lazio (ITA) e Benfica (POR), e foi convocado para a seleção principal nesta temporada. No mês de abril deste ano, o World Football Index o colocou em uma lista de 10 promessas do futebol venezuelano para se observar.

Um outro destaque importante do jogador tem relação com sua família. Rafael Lacava, pai de Lacava, é governador do estado de Carabobo, pelo 'Partido Socialista Unido de Venezuela', o PSUV. Também acumula passagens como embaixador da Venezuela na Itália. Ele foi prefeito de Puerto Cabello, de 2008 a 2016, exatamente o município do time que o filho, Matías, joga, o Academia Puerto Cabello.

Anos atrás, foi presidente do Carabobo, entre janeiro de 2013 até fevereiro de 2014. Rafael Lacava também tentou a presidência da Federação Venezuelana quando Rafael Esquivel, então mandatário da entidade, foi preso no esquema de corrupção da Fifa investigado pelo FBI.

Nicolás Maduro, atual presidente da Venezuela, tem Rafael Lacava como um homem forte de seu governo, assim como foi de Hugo Chávez, que faleceu em 2013.

O pai de Matías foi acusado de ter recebido dinheiro, por meio de depósitos em bancos na Suíça e Andorra. Ele teria intermediado a construção de uma refinaria na Venezuela.

Últimas